Primeiro vacinado em SC recebe segunda dose contra Covid-19

"Sensação não é de alívio", diz enfermeiro Júlio César Vasconcellos de Azevedo, de 55 anos, após tomar nova dose do imunizante nesta quarta-feira (10)

“A sensação ainda não é de alívio porque faltam muitos a serem vacinados”. Esse é o sentimento do enfermeiro Júlio César Vasconcellos de Azevedo, de 55 anos, que recebeu a segunda dose (D2) da CovonaVac nesta quarta-feira (10), 23 dias após tomar a primeira. O catarinense é uma das 494 pessoas a completarem a imunização no Estado.

Homem de camisa verde recebe a primeira dose contra Covid-19Primeiro vacinado em SC recebe segunda dose contra Covid-19 – Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Secom

Segundo dados da Dive (Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina), o Estado vacinou 96.491 pessoas dos grupos prioritários contra a doença, o que corresponde a somente 32,5% do estoque.

Há 28 anos na profissão, o enfermeiro atua na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Governador Celso Ramos, em Florianópolis. Júlio tomou a segunda dose no hospital onde trabalha.

Primeiro vacinado no Estado

O enfermeiro recebeu a primeira dose no dia 18 de janeiro no Instituto de Cardiologia, em São José, ao lado de João de Jesus Cardoso, de 81 anos, morador de um asilo no município, e da gestora ambiental Kerexu Yxapyry, que lidera a terra indígena Morro dos Cavalos, em Palhoça, que foram os primeiros imunizados em Santa Catarina.

“Receber a segunda dose contra Covid-19 foi uma satisfação e certeza de dias melhores. Me sinto seguro porque confio na instituição que aprovou o uso da vacina”, ressalta Júlio.

A eficácia global da vacina do Instituto Butantan é de 50,38%. Isso significa que o imunizante foi capaz de prevenir a infecção pelo novo coronavírus neste percentual entre voluntários imunizados durante os ensaios clínicos de fase 3 realizados no país.

Ele assegura que não deixa de usar máscaras, fazer higienização das mãos e evita aglomerar. Além disso, afirma que não teve nenhum efeito colateral. Mas salienta que “a felicidade estará completa quando todos os brasileiros estiverem vacinados”.

Cobertura vacinal no Estado

De acordo com a Dive, em relação à primeira dose, o total aplicado de vacinas corresponde a uma cobertura vacinal de 51,3% nos trabalhadores da saúde;  108,2% nos idosos institucionalizados; 109,5% nas pessoas com deficiência institucionalizadas e 58,1% na população indígena. Até o momento, 96.491 pessoas foram contempladas em Santa Catarina.

Quanto à segunda dose, foram imunizadas 494 pessoas. Entre os municípios que mais aplicaram a segunda dose (D2) da vacina estão: Tijucas (132 doses); Laguna (94); Concórdia (61 doses); Gravatal (49) e Ponte Serrada (35).

Nova remessa de vacinas

Após uma nova remessa de 85 mil vacinas da CoronaVac que chegou no último domingo (7), o Estado iniciou nesta semana uma nova etapa de vacinação, que contempla os idosos com 90 anos ou mais.  Assim, foram distribuídas 42.500 doses, como primeira dose da vacina.

De acordo com a Dive, a expectativa é que, ao menos, 90% de todos os idosos nesta faixa etária sejam vacinados até o fim desta semana. A população de idosos em Santa Catarina com 90 anos ou mais é de 26.875 pessoas.

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde