Procon de Florianópolis denuncia aumento de 515% no preço de máscaras descartáveis

A notificação é referente ao aumento no preço de máscaras cirúrgicas descartáveis em menos de um mês; denúncia é contra indústrias, distribuidoras e comércio varejista

A diretora do Procon da Prefeitura de Florianópolis, Elizabete Fernandes, entregou um documento contendo denúncia contra indústrias, distribuidoras e comércio varejista, em viagem à Brasília.

A acusação foi entregue ao Secretário Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça, Luciano Timm.

Preço de máscaras cirúrgicas aumentou 515% em menos de um mês – Foto: Reprodução/R7Preço de máscaras cirúrgicas aumentou 515% em menos de um mês – Foto: Reprodução/R7

A notificação é referente ao aumento de 515% no preço de máscaras cirúrgicas descartáveis.

Há indícios de que o preço da unidade do produto subiu de R$ 5,80 para R$ 29,90. Esse aumento ocorreu entre os dias 29 de janeiro e 7 de fevereiro de 2020.

Leia também:

A notificação emitida pelo Procon determina a verificação na cadeia produtiva, se está havendo prática abusiva de elevação de preço sem causa ou aumento arbitrário dos lucros na comercialização de máscaras cirúrgicas descartáveis.

“As providências cabíveis ao órgão da Capital foram tomadas”, afirma Elizabete Fernandes. “Agora esperamos que a Senacon [Secretaria Nacional do Consumidor] faça sua parte no âmbito nacional, com a devida verificação do caso”, conclui a diretora do Procon da Prefeitura de Florianópolis.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde