Psicólogo especialista em tragédias atende moradores de Saudades após chacina

Luis Picazio Neto, desenvolve projeto voluntário com famílias afetadas pela tragédia em creche do município

Uma semana após a tragédia no município de Saudades, no Oeste catarinense – em que um jovem de 18 anos invadiu a creche Pró-Infância Aquarela e matou brutalmente cinco pessoas, entre elas três crianças com menos de dois anos – os moradores tentam retomar suas rotinas.

creche de Saudades foi alvo de chacinaA escola infantil Pró-Infância Aquarela foi alvo do ataque brutal de um jovem de 18 anos. – Foto: Willian Ricardo/NDMais

A chacina chocou a pacata cidade de menos de 10 mil habitantes e ganhou repercussão nacional. O ataque causou, além do luto, outros sentimentos como medo e insegurança. É o caso de Francielly Wickert e o esposo Ederson Wickert que ainda não sabem se levarão os gêmeos Miguel Antônio e Maria Helena Wickert, de 1 ano e 6 meses, de volta à creche. Os irmãos frequentavam a mesma sala que foi atacada.

De forma voluntária, o psicólogo e especialista em crises e grandes tragédias, Luis Picazio Neto, professor da PUC-São Paulo, ofereceu ajuda ao município ainda no dia da tragédia – 4 de maio. Por meio de um projeto totalmente gratuito, Neto realiza aconselhamento psicológico.

O trabalho envolve terapia cognitiva e comportamental, técnicas de neurociência para redução de traumas e de estresse pós-traumático. “Já estou fazendo atendimentos online individuais e com casais, mas devo ir até Saudades, onde permanecerei por uma semana, para atendimentos presenciais”, explicou.

Projeto voluntário

O projeto foi desenvolvido em parceria com a prefeitura de Saudades, por meio da Secretaria de Educação. A intenção, segundo o psicólogo, é evitar futuros traumas, pânicos, fobias e depressões graves.

Neto atua de forma voluntária em grandes tragédia desde o ano de 2007.  É especialista em ansiedade e depressão e trabalha com técnicas de neurociência, respiração, meditação o que facilita o trabalho em tragédias.

creche de Saudades foi alvo de chacinaFamiliares tentam se recompor após ataque a creche – Foto: Reprodução/Willian Ricardo

“Com isso, fui me tornando especialista em situações emergenciais mas também atuo em tentativas de suicídio e sequestros, por exemplo. Além disso, ajudo profissionais como bombeiros e policiais que atuam em grandes tragédias”, salientou.

Segundo o psicólogo, em momentos de tragédias o ideal é sempre buscar ajuda de profissionais qualificados. “Nesses momentos, o interessante é falar sobre o que ocorreu e tentar buscar um médico, se for necessário o uso de medicamentos, e a psicoterapia para evitar danos posteriores”.

O psicólogo ressaltou que meditação, yoga, realizar caminhadas, comer e dormir bem e estar perto de pessoas amadas são algumas das ações que auxiliam em situações como essa. “É importante reencontrar o equilíbrio. Um dia você vai estar bem, no outro vai falar mais, em outros menos. O importante é estar rodeado de pessoas que fazem bem”.

Trabalho continuado

O trabalho do psicólogo durará de 2 a 3 meses e, posteriormente, as pessoas serão encaminhadas para tratamentos psicoterápicos com outros profissionais para que possam dar continuidade com pessoas de sua confiança.

O psicólogo também auxiliará o município de Saudades a desenvolver uma equipe posterior para trabalhar com crianças e dar continuidade ao trabalho com os adultos. “É muito importante que as crianças sejam acompanhadas pelo menos por dois anos para que isso seja transformado em uma lembrança, uma saudade e não em um grande trauma”, acrescentou.

Nesta quinta-feira (13), das 10h às 12h, Neto realizará uma palestra online para os profissionais de educação da cidade de Saudades em que também esclarecerá dúvidas aos profissionais.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...