Quatro regiões aumentam risco para contágio da Covid-19 em SC

Mapa de Risco para contágio da Covid-19, em Santa Catarina, apresenta 50% das regiões com risco de transmissibilidade grave; a outra metade apresenta risco alto para a transmissão do vírus

Quatro regiões aumentaram o risco de contágio para a transmissão do novo coronavírus, segundo o Mapa de Risco que a reportagem do ND+ teve acesso. Foz do Rio Itajaí, Alto Vale do Itajaí, Serra Catarinense e região Oeste tiveram o risco de contágio aumentado, pulando de alto para grave.

Mapa para o risco de transmissão teve aumento no número das regiões para o contágio do novo coronavírus – Foto: Divulgação/ND

Por outro lado, duas regiões fizeram o movimento inverso onde o risco de contrair o novo vírus regrediu, saindo de grave para alto: Alto Uruguai e Planalto Norte.

Com a nova distribuição são oito regiões do Estado em nível grave (em laranja) e outras oito regiões com risco alto (amarelo) para a transmissão da Covid-19.

Nas últimas seis semanas nenhuma região esteve em risco gravíssimo para o contágio (em vermelho) o que reitera a condição de redução na curva em todo o território catarinense.

“A maioria das regiões ainda não tem uma capacidade de atenção em leitos de UTI esgotada e preocupante, no entanto nós precisamos ficar bastante atentos porque o nível grave, ou a classificação laranja ela se dá imediatamente anterior ao nível gravíssimo que é aquilo que nós queremos evitar”, explica a epidemiologista do Centro de Atenção de Emergência em Saúde, Maria Cristina Vileman.

Alerta no número de mortes

Duas regiões estão em alerta depois no aumento no número de óbitos oriundos do novo coronavírus: Extremo Oeste e Serra Catarinense ultrapassaram a relação de mortalidade 2/100.000 habitantes e, nesse aspecto, aponta alerta para a expansão do vírus.

Transmissibilidade

Quatro regiões tiveram alta no número de casos confirmados, bem como variação nos casos ativos para a doença: Extremo Sul, Serra, Médio Vale do Itajaí e Alto Vale do Itajaí.

Uma região em alerta

Indica quando a região diminui a capacidade de identificar casos, ou seja, quando menos casos são investigados, nesse caso, a região da Foz do Rio Itajaí.

Baixa ocupação de leitos

A maioria das regiões encontra-se com baixas ocupações de leitos de UTI. A região do Planalto Norte tem ocupações maiores.

+

Saúde