Quatro regiões de SC baixam para nível grave da Covid-19; confira

Após uma semana, Xanxerê, que havia melhorado na classificação, voltou para o nível gravíssimo

Caiu o número de regiões em nível gravíssimo na matriz de risco que avalia a situação da Covid-19 em Santa Catarina. Agora são 12 regiões em nível gravíssimo (vermelho) e quatro em nível grave (laranja).

A nova atualização foi divulgada na manha deste sábado (10) pela Secretaria de Estado da Saúde. 

Mapa de Risco para Covid-19 SC 10/04/2021 – Foto: Reprodução/SES SCMapa de Risco para Covid-19 SC 10/04/2021 – Foto: Reprodução/SES SC

Ainda não há regiões nos níveis alto (amarelo) ou moderado (azul).

Na última semana, após passar cinco semanas no nível gravíssimo, a matriz de risco apresentou uma melhora com a queda da região de Xanxerê para o grave. De acordo com a SES, a melhora se deu pela baixa nos indicadores que medem a transmissibilidade, evento sentinela e monitoramento de casos.

Na atualização desta semana, Xanxerê volta ao patamar mais alto, enquanto as regiões Carbonífera, Extremo Sul Catarinense, Foz do Rio Itajaí e Grande Florianópolis foram reclassificadas para o nível grave.

Mesmo com a redução do risco em quatro regiões, os dados da dimensão de Capacidade de Atenção, que aponta a ocupação de leitos hospitalares, ainda se encontram no nível mais alto em todas as regiões. O índice que passou por maior redução foi o de Transmissibilidade, recebendo no máximo nota 3 em todas as regiões.

De acordo com o último boletim, divulgado nesta sexta-feira (9) Santa Catarina conta com 20.222 casos ativos. Além disso, mais 115 mortes foram confirmadas, levando a um total de 11.874 vítimas desde o início da pandemia.

Quatro itens são levados em consideração na avaliação da matriz:

  • Evento sentinela: mede a mortalidade da Covid-19. Nas regiões em alerta, o índice aponta que a pandemia continua em expansão;
  • Transmissibilidade: variação no número de confirmação e casos ativos. Regiões em alerta apresentam alta no número de casos;
  • Monitoramento: casos investigados e inquérito de síndrome gripal na comunidade;
  • Capacidade de atenção: mede a ocupação dos leitos de UTI.

Veja o que está valendo em SC

Até às 6h desta segunda-feira (12), segue valendo em Santa Catarina as medidas de enfrentamento à pandemia de Covid-19, publicadas pelo governo estadual no dia 04 de abril. Entre elas, a restrição para venda e consumo de bebida alcoólica nos estabelecimentos.

  • Proibições:
    • Funcionamento de casas noturnas, shows, espetáculos e eventos sociais em todos os níveis de risco;
    • Congressos, palestras, seminários, feiras, leilões, exposições e inaugurações;
    • Calendário esportivo da Fesporte;
    • Consumo de bebidas alcoólicas nos estabelecimentos entre 22h e 6h.
  • Limitações:
    • Comércio de rua pode funcionar entre 8h e 20h;
    • Funcionamento de supermercados, com limite de acesso de até duas pessoas por família e ocupação simultânea de até 50%;
    • Shopping centers, centros comerciais e galerias abrem das 10h às 22h;
    • Funcionamento de restaurantes, bares, pizzarias, sorveterias e afins está permitido das 10h às 22h, com limite do ingresso de novos clientes até 21h;
    • Praças, parques, praias, balneários e jardins botânicos permitidos apenas para a prática de exercícios físicos;
    • Demais atividades e serviços públicos e privados não essenciais têm permissão de funcionamento das 10h às 19h;
    • Transporte coletivo municipal, transporte coletivo intermunicipal e transporte coletivo interestadual com limite de ocupação de 50%;
    • Prática de atividades esportivas coletivas de cunho recreativo sem contato físico está permitido em todos níveis de risco para a Covid-19: alto, moderado, grave e gravíssimo.
+

Saúde