Região de SC com menor percentual de internados por Covid-19 soma 106 pacientes; confira

Dos 290 leitos de UTI SUS ativos, 106 são ocupados por pacientes com o novo coronavírus, equivalente a 50% dos pacientes internados na região

O Painel do Estado, que monitora a situação da Covid-19 em Santa Catarina, divulgou na manhã desta quinta-feira (17) que a região da Grande Florianópolis possui 106 pacientes internados por conta do novo coronavírus em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) da rede pública.

Esse número representa 50% de todos os pacientes que estão internados em UTIs na região, percentual abaixo da média quando comparado com os de outras macrorregiões, como no Grande Oeste, onde 79,14% dos pacientes em UTIs estão internados por Covid-19.

Santa Catarina já registrou 1.015.723 casos confirmados de Covid-19, dos quais 976.441 estão recuperados e 23.146 permanecem em acompanhamento – Foto: Anderson Coelho/Arquivo/NDSanta Catarina já registrou 1.015.723 casos confirmados de Covid-19, dos quais 976.441 estão recuperados e 23.146 permanecem em acompanhamento – Foto: Anderson Coelho/Arquivo/ND

O dado aponta que, apesar de a região estar com o percentual de ocupação de leitos há algumas semanas variando entre 85% e 90%, o número de internados infectados pelo coronavírus vem sofrendo uma queda, se igualando ao número de pacientes internados por outros motivos.

“O número reflete uma consequência do avanço da vacinação. Sabemos que com a chegada do frio poderíamos estar em uma situação bem pior. Hoje, Florianópolis tem cerca de 30 pacientes em UTI por Covid-19, o que representa menos de 30% dos internados na região”, explicou o prefeito da cidade, Gean Loureiro.

Confira a lista das internações por Covid-19 no Estado:

  • Vale do Itajaí – 230 internados em UTI – 154 Covid-19 – 66,9%;
  • Sul – 181 internados em UTI – 109 Covid-19 – 60,2%;
  • Planalto Norte e Nordeste – 318 internados em UTI – 192 Covid-19 – 60,37%;
  • Meio Oeste e Serra – 188 internados em UTI – 130 Covid-19 – 69,14%;
  • Grande Oeste – 187 internados em UTI – 148 Covid-19 – 79,14%;
  • Grande Florianópolis – 212 internados em UTI – 106 Covid-19 – 50%;
  • Foz do Rio Itajaí – 145 internados em UTI – 105 Covid-19 – 72,4%.

Número de infecções crescem em Florianópolis

Após sete atualizações epidemiológicas onde a região de Florianópolis aparecia em laranja no mapa de risco da pandemia em Santa Catarina, a situação mudou no último sábado (12).

A região voltou a ser classificada no nível gravíssimo por conta da transmissibilidade: a Covid-19 está circulando mais na Grande Florianópolis.

Em relação ao mapa publicado no dia 5 de junho, a transmissibilidade saltou de 2,5 para o nível 4, o mais alto, indicando maior concentração de pessoas capazes de transmitir o vírus e um crescimento na variação de casos semanais.

O cálculo considera o número de infectantes a cada 100 mil habitantes. De 10 a 25, o indicador aponta transmissibilidade grave [categoria registrada nas últimas semanas]. Quando o valor é maior que 50, é categorizado em gravíssimo, situação atual.

Na última semana, a Capital registrou 723 casos ativos – número maior do que aquele registrado nas semanas de maio, e 23% maior que na semana do dia 4 de junho. São José, após ter melhorado na semana anterior, voltou a registrar aumento de 9%, contando com 301 casos ativos. Palhoça apresentou queda nos registros.

As baixas taxas de imunização, os hospitais cheios, a entrada de novas cepas no país, além de uma falsa sensação de segurança em decorrência da aplicação da primeira dose da vacina – os estudos garantem imunização apenas quando tomado o reforço vacinal – são os principais responsáveis pela situação de calamidade vivida na Capital.

Vacinação em andamento

A região da Grande Florianópolis vai dar continuidade à vacinação contra a Covid-19 nesta quinta-feira (17). Florianópolis irá imunizar pessoas acima dos 52 anos, bem como os profissionais da saúde e da educação, além dos colaboradores dessas áreas e dos trabalhadores do transporte coletivo rodoviário, caminhoneiros e empregados de transporte aquaviário.

Gestantes, puérperas com comorbidades, trabalhadores da limpeza urbana e do manejo de resíduos sólidos também podem seguir se vacinando. Na noite de quarta (16), o governador Carlos Moisés afirmou, via Twitter, que estão chegando novas doses de imunizantes contra a Covid-19.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...