Relatos de brasileiros sobre reações à vacina AstraZeneca dominam as redes sociais

Assunto entrou nos Trends Topics, os mais comentados do Twitter, nesta sexta-feira (4)

Os brasileiros que receberam a vacina contra Covid-19 da AstraZeneca estão compartilhando suas experiências no Twitter, nesta sexta-feira (4). Com a troca de informações, algumas pessoas afirmaram que estão recusando o imunizante produzido pela Fiocruz em decorrência das reações adversas provocadas pelo imunizante.

Reações adversas à vacina contra Covid-19 é normal, diz infectologista – Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Secom/Divulgação/NDReações adversas à vacina contra Covid-19 é normal, diz infectologista – Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Secom/Divulgação/ND

Ao passo em que a imunização contra o coronavírus avança, cresce também o número de relatos sobre os efeitos adversos, o que tem gerado debates acerca da segurança da vacina.

Confira os comentários feitos por internautas

O que causa as reações

O infectologista e coordenador do curso de Medicina da Univali, Pablo Sebastian Velho, explica que toda vacina, não apenas a que combate o coronavírus, pode gerar reações no corpo humano.

Isso ocorre porque elas possuem pequenas partículas dos agentes etiológicos, que são os causadores da doença que se quer evitar.

“Qualquer vacina ou substância estranha que entra no nosso corpo pode produzir reação. Quando isso ocorre, o nosso sistema imunológico está justamente reconhecendo essas coisas estranhas como adversas para o organismo”, destaca.

Dessa forma, a reação é normal durante a produção de anticorpos que, no caso das vacinas contra a Covid-19, vão evitar o desenvolvimento da forma grave da doença.

Reações comuns à vacina contra Covid-19

As reações à vacina contra a Covid-19 podem variar conforme o modo pelo qual elas são produzidas e funcionam no organismo.

A vacina AstraZeneca, produzida no Brasil pela Fiocruz, é considerada a mais reatogênica, ou seja, a possibilidade desse imunizante causar reações é maior em comparação a outros.

Segundo Pablo, isso ocorre pelo mecanismo de atuação dela: nesse caso, a vacina tem um vetor viral como componente, o que faz com que o corpo tenha que reagir à vacina duas vezes: primeiro contra esse vetor e depois contra o material genético do vírus.

“As reações ocorrem por causa dessa ativação da inflamação gerada pelo sistema imunológico”, fala. As reações da vacina AstraZeneca mais comuns têm sido dor no local da aplicação e febre. Algumas pessoas tem apresentado também quadro de cansaço após a vacinação.

Um estudo publicado na revista científica The Lancet no ano passado, apontou que 80% dos mais de 500 participantes tiveram reações locais, como dor ou inchaço no local da aplicação. Quase 80% também apresentaram as chamadas reações sistêmicas, como febre e dor de cabeça.

Vacina pode causar reações diferentes em cada pessoa

Se você tomou a vacina e teve menos ou mais reações, isso não é um indicativo da eficiência da vacina. Pablo explica que cada organismo age de maneira diferente.

“Tenho pacientes que fizeram a vacina e não tiveram nada, enquanto colegas médicos ficaram incapacitados no mesmo dia”, ressalta. O infectologista também destaca que as vacinas são seguras e que os efeitos adversos são normais.

O que fazer se tiver reações à vacina contra a Covid-19

Pablo explica que o estado de febre por 48 horas, além de dor no local da aplicação e desconforto no corpo são comuns. “Isso é benigno, transitório e vai passar”, destaca.

Ele recomenda que o paciente não faça uso de anti-inflamatórios, uma vez que a inflamação é importante para o processo de criação de anticorpos. Para aliviar a dor e conter a febre, pode-se usar analgésicos.

+

Saúde