Cacau Menezes

Apaixonado pela sua cidade, por Santa Catarina, pelo seu país e pela sua profissão. São 45 anos, sete dias por semana, 24 horas por dia dedicados ao jornalismo


Resultados não conclusivos não podem gerar nenhuma recomendação

A Organização Mundial de Saúde recomenda que não se utilize

Ivermectina é associada ao tratamento da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus – Foto: Prefeitura de Itajaí/DivulgaçãoIvermectina é associada ao tratamento da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus – Foto: Prefeitura de Itajaí/Divulgação

Ivermectina porque estudos clínicos realizados por seus especialistas para verificar a sua eficácia contra a COVID 19 não chegaram a resultados conclusivos.
Resultado não conclusivo significa que esse resultado não permitiu a que se chegasse a uma conclusão se a Ivermectina tem ou não tem eficácia contra o coronavírus.
Ora, resultados não conclusivos não podem gerar nenhuma recomendação, ou melhor dizendo, a única recomendação que esse tipo de resultado pode gerar é a necessidade de se refazerem os estudos para se alcançar um resultado conclusivo.
Por isso, enquanto não houver um outro medicamento comprovado para o tratamento preventivo ou precoce da COVID 19, nem surgir um estudo sério que comprove a ineficácia da nossa velha conhecida Ivermectina , não serão resultados não conclusivos apresentados por um grupo de especialistas , dissonantes de outros grupos , que a tirarão do protocolo.

Outra coisa, os milhares de médicos brasileiros que entram com medicação já sabendo que o paciente tem Covid, estão curando todos com um kit que incluiu junto com a Ivermectiva, De Pura, Cloroquina, Zinco e em casos mais graves até corticoide.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.