Saiba quem eram as duas professoras da rede pública que morreram de Covid-19 em Blumenau

As servidoras morreram nesta segunda-feira (5) e a prefeitura se pronunciou por meio de nota de pesar; cidade já registrou 288 casos de Covid-19 em professores

A Covid-19 faz vítimas todos os dias e Blumenau atingiu nesta terça-feira (6) a marca de 425 mortes pela doença. Entre as vidas que se perderam nesta segunda-feira (5), estão os nomes de duas servidoras da rede municipal de ensino da cidade.

Uma delas era educadora do CEI Profa. Elzira Hornburg, no Passo Manso. Olga Aparecida Krause Kopak, de 41 anos, estava internada na UTI desde o dia 5 de março. Olga, natural de Curitiba (PR), deixa uma filha e o marido.

Olga Kopak era educadora do CEI Profa Elzira Hornburg. – Foto: Redes SociaisOlga Kopak era educadora do CEI Profa Elzira Hornburg. – Foto: Redes Sociais

A outra professora era Nádia Regina Zen Angelli,  de 57 anos. Nádia era servidora aposentada da Educação e estava internada desde o dia 31 de março.

Antes de se aposentar, em 2015, a blumenauense passou pela EBM Tiradentes e também pela Fundação Pró-Família (atual Secretaria da Família).

Nádia era servidora aposentada desde 2015. – Foto: Redes SociaisNádia era servidora aposentada desde 2015. – Foto: Redes Sociais

Nas redes sociais parentes e amigos das professoras escreveram mensagens lamentando as mortes e relembrando momentos vividos com as duas.

>> Leia mais: Mais de 1,4 mil pessoas faltaram ao agendamento da vacina contra a Covid-19 em Blumenau

Na tarde de segunda (5), a prefeitura de Blumenau emitiu uma nota oficial lamentando a morte das duas servidoras. Confira abaixo:

“A Prefeitura de Blumenau lamenta a morte de duas servidoras públicas que não resistiram às complicações da Covid-19 e faleceram nesta segunda-feira, dia 5 de abril.

Olga Aparecida Krause Kopak, do CEI Profa Elzira Hornburg, 41 anos, estava internada desde o dia 5 de março em uma Unidade de Terapia Intensiva e morreu nesta segunda.

Nádia Regina Zen Angelli, 57 anos, servidora aposentada, estava internada desde a quarta-feira, 31 de março, não resistiu as complicações da doença falecendo também nesta manhã.

O poder público se solidariza com as famílias enlutadas e lamenta profundamente a perda das duas profissionais que atuavam em prol da comunidade blumenauense.”

>> Coronavírus: a cada dia de aula Blumenau tem 13 infectados nas escolas

Vale ressaltar que desde o retorno das aulas presenciais em Blumenau, em 8 de fevereiro, a cidade já registrou 482 casos positivos de infecção por coronavírus na comunidade escolar.

De acordo com os dados divulgados pela prefeitura, os professores são os mais atingidos, com 288 casos positivos em menos de dois meses de aulas.

Também foram confirmados 134 casos da infecção em alunos e mais 60 diagnósticos positivos entre os servidores e funcionários das escolas públicas e privadas.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde