Santa Catarina registra primeira vítima fatal da dengue em 2022

Pessoas com dengue apresentam sintomas como febre, dor de cabeça e até manchas no corpo; deve-se procurar o serviço de saúde quando há suspeitas

Um homem de 40 anos é a primeira vítima fatal da dengue em Santa Catarina no ano de 2022. A morte aconteceu em Criciúma, onde ele morava, mas o caso é considerado importado, já que ele estava em viagem por municípios de São Paulo quando contraiu a doença.

Em 2021, quatro municípios de Santa Catarina enfrentaram a dengue em condição de epidemia – Foto: Getty Images/iStockphotoEm 2021, quatro municípios de Santa Catarina enfrentaram a dengue em condição de epidemia – Foto: Getty Images/iStockphoto

Os sintomas da doença começaram a aparecer ainda em dezembro de 2021. Inicialmente, eram dores do corpo, febre e enjoo, mas logo o quadro apresentou piora. Os sintomas passaram a ser acompanhados de exantemas, náuseas, dor articular, dor abdominal e desidratação.

O homem foi internado mas não resistiu. O acompanhamento do caso foi realizado pela Secretaria Municipal de Saúde de Criciúma, em parceria com a Gerência Regional de Saúde e apoio da Dive (Diretoria de Vigilância Epidemiológica) de Santa Catarina.

Mesmo que a primeira morte registrada seja de uma contaminação fora do Estado, o caso serve de alerta para Santa Catarina. O verão é o período no qual o mosquito da dengue tem melhores condições para se desenvolver.

Mais de 2.000 focos do Aedes Aegypti aparecerem nas duas primeiras primeiras semanas de janeiro e 118 municípios estavam infestados. “A dengue continua sendo uma doença que circula no Estado de Santa Catarina”, reforça o diretor da Dive, João Augusto Brancher Fuck.

Dengue em 2021

“No ano de 2021 o Estado de Santa Catarina registrou o maior número de casos de dengue no acompanhamento da doença, desde o registro dos primeiros casos, que ocorreu no ano de 2011″, reforça Fuck.

Quatro municípios tiveram transmissões em nível de epidemia e foram sete mortes por causa da dengue em Santa Catarina. Joinville registrou a maior parte delas, com cinco pessoas mortas. Além disso, a doença deixou uma vítima fatal em Camboriú e outra em Florianópolis.

“Assim, é necessário que a população entenda que o mosquito Aedes aegypti está presente em muitos municípios catarinenses, reforçando as medidas de prevenção”, alerta o diretor. Evitar deixar água parada ainda é a melhor solução.

Sinais e sintomas

Febre alta, entre 39° e 40°C, costuma ser o primeiro sintoma da dengue. Em seguida aparecem dor de cabeça, fraqueza, a dores no corpo, nas articulações e no fundo dos olhos.

Segundo a Dive, 50% dos casos deixam manchas no corpo do paciente. Outros sintomas comuns são perda de apetite, náuseas e vômitos. Os sintomas costumam permanecer entre dois e sete dias e, em caso de suspeita, deve-se procurar auxílio médico imediatamente.

+

Saúde

Loading...