Santa Catarina registrou mais de 4 mil casos da Covid-19 neste sábado (20)

A maior quantidade de pacientes que já confirmaram infecção está em Joinville, que registra 59.506 casos

Santa Catarina registrou 4.577 casos de Covid-19 em apenas 24 horas e 636.445 casos confirmados desde o início da pandemia. Conforme o boletim divulgado pela SES (Secretaria de Estado da Saúde), neste sábado (20), houve o acréscimo de 1.982 casos ativos, ou seja, que podem contaminar outras pessoas.

Há 1.543 leitos de UTI ativos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o estado – Foto: Anderosn Coelho/NDHá 1.543 leitos de UTI ativos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o estado – Foto: Anderosn Coelho/ND

A doença respiratória causou 6.929 óbitos no estado desde o início da pandemia. Com isso, a taxa de letalidade é de 1,09%. Em comparação com o último boletim, há 38 óbitos a mais.

Casos de infecção pelo novo coronavírus foram confirmados em todos os 295 municípios de Santa Catarina e 274 registraram de ao menos um óbito. Estima-se que haja casos ativos em 288 cidades.

A maior quantidade de pacientes que já confirmaram infecção está em Joinville, que registra 59.506 casos.

Em seguida, estão Florianópolis (55.541), Blumenau (33.933), São José (24.366), Criciúma (21.924), Chapecó (20.679), Palhoça (18.603), Balneário Camboriú (18.075), Itajaí (16.991) e Brusque (16.597).

Há 1.543 leitos de UTI ativos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o estado, dos quais 1.337 estão ocupados, sendo 682 por pacientes com confirmação ou suspeita de infecção por coronavírus. A taxa de ocupação geral é de 86,6% e há 206 leitos vagos atualmente.

Sul de SC tem piora no mapa de risco

Mais da metade do Sul de Santa Catarina está em estado gravíssimo (vermelho) para a Covid-19, de acordo com o novo Mapa de Risco, divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) na manhã deste sábado (20).

Novo mapa de risco potencial para contágio pelo coronavírus mostra 15 regiões em nível gravíssimo – Foto: SECON/NDNovo mapa de risco potencial para contágio pelo coronavírus mostra 15 regiões em nível gravíssimo – Foto: SECON/ND

Em comparação com o boletim de 13 de fevereiro, as regiões de Laguna e do Extremo Sul subiram para a escala máxima do mapa. Apenas a área da Carbonífera segue em nível grave (laranja) – a única em todo o Estado. O aumento nos índices monitorados, no entanto, acende o alerta para a localidade.

+

Saúde