Santa Catarina tem 198 mil casos e 2,5 mil mortes pela Covid-19

De acordo com o Governo do Estado, 94,8% dos catarinenses que tiveram resultado positivo já estão recuperados da doença

Dados do boletim epidemiológico desta segunda-feira (14) apontam uma alta de 895 casos da Covid-19 em Santa Catarina. Assim, o total de confirmações no Estado é de 198.640 desde o início da pandemia, sendo que 188.493 (94,8%) estão recuperados.

São, também, 14 mortes registradas nas últimas 24h, o que deixa um total de 2.543 vítimas fatais. Assim, a taxa de letalidade é de 1,28%, a menor do país.

Santa Catarina tem 198 mil casos e 2,5 mil mortes pela Covid-19 – Foto: Itamar Crispim/Fiocruz/ND

Contudo, a incidência do vírus segue em alta. A cada 100 mil catarinenses, 2.772 já contraíram o vírus, e 35,5 destes 100 mil morreram.

Quem mais contraiu foram os adultos de 30 a 39 anos (mais de 50 mil infectados), mas quem mais sofreu foram os idosos de 60 a 69, ou de 70 a 79. Respectivamente, nesses intervalos, foram 565 e 568 vítimas fatais.

Epicentro ainda é ao norte

Já o quadro de distribuição por município segue indicando Joinville como o epicentro da doença no Estado, com 19.708 contaminados até então, além de 299 mortes registradas.

Em seguida, em casos: Florianópolis (12.090), Blumenau (11.137), Itajaí (6.990), Balneário Camboriú (6.969), São José (6.540), Criciúma (6.388), Chapecó (6.302), Palhoça (5.626) e Brusque (5.300).

Todas as 295 cidades de Santa Catarina confirmaram ao menos um caso, e 219 já reportaram ao menos uma morte pelo vírus. Regionalmente, o Planalto Norte e Nordeste acumula mais casos, 32.503, e a Foz do Rio Itajaí registrou o maior número de mortes, 438.

Ocupação nos leitos de UTI diminui

Agora, 994 (64,7%) dos 1.540 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da rede pública estão ocupados. Esta é a menor taxa desde 24 de junho. Assim, há 544 leitos livres no Estado.

Dos 994 leitos ocupados, 367 são pacientes da Covid-19 e 629 possuem outras enfermidades. Apesar de isso deixar mais de 500 leitos livres, ainda há um hospital em lotação máxima, a Maternidade Darcy Vargas, em Joinville.

+

Saúde