Santa Catarina tem 62% da UTI lotada e um hospital no limite

Maternidade Darcy Vargas, em Joinville, atingiu superlotação na quarta (16) e permanece sem leitos de UTI disponíveis

Os leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da rede pública de Santa Catarina estão lotados em 62,6%, segundo informações do boletim epidemiológico desta quinta-feira (17).

Isso significa que dos 1.557 leitos ativos, 974 estão ocupados, sendo 348 por pacientes da Covid-19 e 626 por pacientes com outras enfermidades.

Região Norte contabiliza a maior taxa de ocupação de leitos do Estado – Foto: Divulgação/Israel Costa/PMI/ND

Após um dia sem nenhum leito ocupado e a lotação em dois hospitais no dia seguinte, o Estado fica no meio termo nesta quinta-feira (17). Atualmente, apenas a Maternidade Darcy Vargas, em Joinville, registra ocupação máxima.

Dos pacientes internados, 169 necessitam de ventilação mecânica e a maioria, 250 pessoas, é de casos confirmados de Covid-19. Ainda há 75 pacientes com suspeita da doença decorrente do novo coronavírus.

Na rede privada, não contemplada nos números descritos até aqui, são 37 internados em UTI, com 32 precisando de ventilação mecânica.

Em termos regionais, o panorama segue o mesmo: três regiões com ocupação de leitos em 50%, três na casa dos 60% e o Planalto Norte com a maior ocupação do Estado, de 76%.

Ocupação por região:

  • Planalto Norte: 76%
  • Vale do Itajaí: 54%
  • Foz do Rio Itajaí: 57%
  • Grande Florianópolis: 53%
  • Grande Oeste: 65%
  • Meio-Oeste e Serra: 66%
  • Sul: 61%

Estado beira 203 mil casos

O boletim epidemiológico desta quinta também aponta 1.252 novos casos da Covid-19 em Santa Catarina, totalizando 202.934 confirmações no Estado desde o início da pandemia. São, também, 2.609 mortes registradas até esta atualização, sendo 16 incluídas nas últimas 24h.

Do total de casos confirmados, 193.984 são considerados recuperados (95%), deixando 7.241 casos ainda ativos, ou seja, pessoas que testaram positivo mas não tiveram recuperação até então. Em proporção, o Estado tem 2.832 confirmados a cada 100 mil habitantes.

A taxa de letalidade em Santa Catarina segue como a menor do país, em 1,29%.

+

Saúde