São José enfrenta a falta de sete medicamentos; saiba quando a situação deve normalizar

Informação foi repassada pela Secretaria de Saúde do município, que garantiu o retorno dos estoques

A cidade de São José, na Grande Florianópolis, está sofrendo com a falta de sete insumos para antibióticos de uso pediátrico e os medicamentos de uso contínuo.

Até esta quarta-feira (29), sete medicamentos estão em falta na cidade. São eles:

  • Amoxicilina;
  • Azitromicina;
  • Beclometasona;
  • Cloreto de Sódio (solução);
  • Loratadina;
  • Miconazol (loção);
  • Nistatina (pomada).
Medicamentos em falta devem ser reestabelecidos nas prateleiras em São José — Foto: Freepik/Reprodução/NDMedicamentos em falta devem ser reestabelecidos nas prateleiras em São José — Foto: Freepik/Reprodução/ND

A situação deve ser regularizada já na primeira semana de julho, conforme informou a Secretaria de Saúde do município. Com isso, a expectativa é de que a lista de remédios em falta seja normalizada.

A secretaria reforçou que está em contato com os fornecedores e também buscando soluções alternativas. O órgão informou que o abastecimento é uma realidade nas farmácias básicas do município e nas redes privadas. A situação foi atribuída ao aumento dos casos de síndromes respiratórias.

Quanto aos profissionais de saúde, a secretária-adjunta da secretaria, Fabrícia Martins, disse que todos já foram orientados sobre a situação.

“A adequação nos tratamentos foi um dos mecanismos que a secretaria encontrou para contornar a situação. Os profissionais já estão conscientes da crise e estão indicando outros tipos de remédios e receitas para tratar estas síndromes”, observa Fabrícia.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...