São José terá central de triagem para casos suspeitos de coronavírus

O local visa atender também a demanda de pacientes com sintomas respiratórios de doenças sazonais comuns no inverno que se aproxima

A Secretaria Municipal de Saúde de São José, na Grande Florianópolis, elaborou um plano terapêutico para fazer frente ao possível surgimento de casos de pacientes da Covid-19, doença transmitida pelo novo coronavírus. O Município irá montar uma central de triagem para atender pacientes com suspeitas de contágio.

A decisão foi tomada após reunião entre a secretária de Saúde e os diretores da Vigilância Epidemiológica, Atenção Primária (postos de saúde) e Atenção Especializada (UPA, Samu e policlínicas).

De acordo com a enfermeira Geovana Stedile, diretora da Atenção Especializada da Secretaria Municipal de Saúde de São José, a criação dessa central de triagem visa atender também a demanda de pacientes com sintomas respiratórios de doenças sazonais comuns no inverno.

“Nós já temos ciência que daqui a um mês ou um pouco mais, quando começar a esfriar, pode haver superlotação das unidades de saúde. Agora com o coranavírus essa situação poderá ser agravada”, explica.

Capacitação

Geovana salienta que toda a equipe da área da saúde de São José está sendo capacitada conforme as orientações da OMS (Organização Mundial de Saúde), do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde sobre o acolhimento a pacientes com sintomas do coronavírus.

Quanto ao local onde será instalada a central de triagem, a diretora afirma que será definido na segunda-feira (16) durante a reunião do grupo de diretores. Quando a central estiver em funcionamento, todas os pacientes com sintomas da Covid-19 ou de outras doenças respiratórias deverão ser atendidas nessa unidade para evitar o contágio de outras pessoas.

Lavar as mãos previne diversas doenças, inclusive a Covid-19 – Foto: Arquivo/PixabayLavar as mãos previne diversas doenças, inclusive a Covid-19 – Foto: Arquivo/Pixabay

Crianças

O público escolar também passará por uma capacitação, nesse caso relacionado aos cuidados de higiene e de comportamento que podem evitar tanto o coronavírus quanto outros vírus, como os da gripe.

Receberão orientações, os funcionários das escolas, os pais e os alunos.  “Nesse momento é importante que todos tenham acesso à informação. É preciso educar a população”, diz Geovana Stedile.

Na tarde de quinta-feira (12), a Secretaria de Estado da Saúde confirmou que Santa Catarina tem dois casos da Covid-19, sendo os dois em Florianópolis. Em São José há dois casos suspeitos, que estão sendo monitorados em domicílio.

Leia também:

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde