SC avança na vacinação de adolescentes contra Covid-19 e tem data para bater martelo

Estado avalia a melhor estratégia para iniciar a imunização deste público; uma reunião foi agendada para a apresentação das recomendações em 10 de agosto

Após a autorização do Ministério da Saúde, na última sexta-feira (16), para a vacinação de adolescentes contra a Covid-19, Santa Catarina avança na imunização da população.

A SES (Secretaria de Saúde de Santa Catarina) informou nesta quinta-feira (22) que o Comitê Técnico Assessor de Imunização do Estado já discute os critérios para a imunização do grupo. As recomendações serão apresentadas em uma reunião marcada para o dia 10 de agosto.

Até o momento, Pfizer é a única vacina autorizada em adolescentes contra a Covid-19 – Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/NDAté o momento, Pfizer é a única vacina autorizada em adolescentes contra a Covid-19 – Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/ND

A partir da reunião, o Estado e os municípios poderão pactuar sobre a estratégia de vacinação deste público e o momento em que ela deve iniciar.

Os adolescentes deverão entrar no calendário de vacinação após a aplicação de, pelo menos, a primeira dose em toda população adulta, ressalta a nota emitida pela SES.

“O Comitê, formado por especialistas em infectologia e imunização, irá se apoiar em documentos técnicos e análise do perfil epidemiológico de casos e óbitos por Covid, na população abaixo de 18 anos, para nos indicar qual a melhor estratégia a ser seguida. Serão consideradas evidências que apontem maior grau de vulnerabilidade de adolescentes portadores de doenças crônicas e deficiência permanente, além do planejamento da vacinação por faixa etária”, afirma o superintendente de vigilância em saúde, Eduardo Macário.

De acordo com o calendário do governo estadual, a aplicação da primeira dose nos moradores com mais de 18 anos será encerrada ao fim de agosto.

A imunização completa, que inclui as duas doses, deve ser concluída em outubro.

Vacinação com a Pfizer

Conforme deliberado entre gestores do Estado e dos municípios na última reunião da CIB (Comissão de Intergestores Bipartite), no primeiro momento a vacinação dos adolescentes deve ser realizada com doses da vacina Pfizer.

A SES destacou que assim que outra vacina receber a autorização da Anvisa para a aplicação em menores de 18 anos, ela será utilizada.

Até então, apenas o Estado de São Paulo tinha anunciado a campanha, mesmo sem permissão na data.

A estimativa populacional dos adolescentes de 12 a 17 anos, em Santa Catarina, é de 549.894 pessoas.

SC tem 24 mortes entre adolescentes

Segundo o painel de óbitos do governo estadual, 24 adolescentes com idades entre 12 e 17 anos já perderam a vida para a Covid-19 em Santa Catarina. Destes, mais da metade (14) sofriam de comorbidades.

É o caso Kailandy Rodrigues dos Santos, de 16 anos. A jovem moradora de Joinville sofria de problemas renais crônicos e estava internada no hospital infantil Dr. Jeser Amarante. Ela morreu no dia 22 de agosto de 2020, após quase um mês de internação.

Antony Duve, de 16 anos, também não resistiu à infecção. O morador de Schroeder estava internado em Jaraguá do Sul, no Norte do Estado. A suspeita é que uma deficiência imunológica comprometeu o quadro de saúde. A morte ocorreu em março deste ano.

Santa Catarina estuda critérios para vacinar adolescentes contra a Covid-19 – Foto: Lucas Sabino/Prefeitura Nova Veneza/NDSanta Catarina estuda critérios para vacinar adolescentes contra a Covid-19 – Foto: Lucas Sabino/Prefeitura Nova Veneza/ND
+

Saúde

Loading...