SC estuda retomar vacinação em grávidas e puérperas fora do grupo prioritário

Presidente do Cosems, Daisson Trevisol, é a favor da medida; Dive informa que Estado analisa os riscos e benefícios

Santa Catarina estuda retomar a vacinação de grávidas e puérperas fora do grupo prioritário contra a Covid-19. Desde o dia 12 de maio, o Estado aplica doses – apenas de Coronavac e Pfizer – nas gestantes com comorbidades ou que estão inclusas em outras listas prioritárias.

A imunização do restante deste público está suspensa por orientação do Ministério da Saúde, desde a morte de uma paciente que recebeu a AstraZeneca.

Santa Catarina analisa riscos e benefícios de retomar vacinação contra Covid-19 em grávidas e puérperas fora do grupo prioritário – Foto: Pixabay/Divulgação/NDSanta Catarina analisa riscos e benefícios de retomar vacinação contra Covid-19 em grávidas e puérperas fora do grupo prioritário – Foto: Pixabay/Divulgação/ND

A Dive (Diretoria de Vigilância Epidemiológica) ressaltou que o Estado avalia a possibilidade da retomada, mas “ainda não há nada definido”.

“Por enquanto, o que está sendo feito é um estudo que avalia os riscos e benefícios”, disse a assessoria de imprensa do órgão.

O presidente do Cosems/SC (Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Santa Catarina), Daisson Trevisol, considera “pertinente que se retome a vacinação” em todo o grupo de gestantes e puérperas.

Ele afirma, no entanto, que o assunto ainda não foi debatido entre o Estado e os municípios. Há a expectativa de que a pauta entre em debate na próxima reunião da CIB (Comissão Intergestores Bipartite), cuja data ainda não foi confirmada.

Relembre a suspensão na imunização de gestantes

Uma gestante que tomou a AstraZeneca morreu após ter um AVC (Acidente Vascular Cerebral) hemorrágico. Embora não houvesse uma confirmação a respeito da relação da vacina com a morte, o Ministério da Saúde suspendeu a vacinação no grupo no dia 11 de maio.

Já no dia 12, a SES (Secretaria de Estado da Saúde) anunciou a retomada da vacinação contra a Covid-19 de gestantes e puérperas com comorbidades.

O grupo é imunizado até a presente data em Santa Catarina com as vacinas Pfizer e Sinovac/Butantan. Grávidas e puérperas dentro dos outros grupos prioritários, como por exemplo trabalhadores da educação ou trabalhadores da segurança pública, também recebem os imunizantes.

+

Saúde