SC faz menos testes e reduz média diária de casos da Covid-19

Estado se aproxima dos 500 mil casos confirmados e assume como o 3º no ranking nacional; atualmente nove hospitais estão com todos os leitos de UTI ocupados

Mais 1.565 casos da Covid-19 foram confirmados nesta segunda-feira (4) em Santa Catarina, totalizando 498,9 mil confirmações desde o início da pandemia, em março. Desse total, 478 mil pacientes já estão recuperados, cerca de 95% do total.

A porcentagem de mortos é de 1,08%, figurando como a menor taxa de letalidade do país. Com isso, são 5.376 vítimas fatais, sendo que 62 mortes foram contabilizadas nestas últimas 24h.

Cerca de 16 mil testes foram feitos nos últimos 7 dias – Foto: Cristiano Andujar/PMF/Divulgação/NDCerca de 16 mil testes foram feitos nos últimos 7 dias – Foto: Cristiano Andujar/PMF/Divulgação/ND

Os dados desta segunda (4) indicam retração nos números de contágio em relação às últimas semanas. Foram cerca de 2,3 mil confirmações por dia na última semana, média que representa queda na curva de contágio.

Contudo, os testes também tiveram uma redução expressiva, pois cerca de 16 mil exames do tipo PCR foram feitos na última semana. Na semana de transição de novembro para dezembro, por exemplo, mais de 40 mil testes foram realizados.

Santa Catarina atualmente é o 3º Estado com maior número de casos, e o 11º em número de mortes, colocações que aumentaram uma posição nos últimos dias.

Dentro do território do Estado, o panorama segue semelhante, com Joinville, no Norte, sendo a cidade com mais casos, seguida pela capital. Ambos os municípios mantém margem de mais de 15 mil casos em relação aos demais.

Os municípios com mais casos confirmados de Covid-19 são:

  • Joinville: 45.406
  • Florianópolis: 42.859
  • Blumenau: 26.573
  • São José: 21.886
  • Criciúma: 19.147
  • Palhoça: 15.251
  • Balneário Camboriú: 14.810
  • Itajaí: 14.716
  • Chapecó: 13.747
  • Brusque: 13.076

Nove hospitais têm superlotação de UTIs

Atualmente, 81,2% dos 1.525 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da rede pública estão ocupados, índice que segue estável nas últimas semanas, e indica que são 1.239 ocupados, sendo 587 por pacientes da Covid-19 e 652 por pacientes com outras enfermidades.

No total, dos 55 hospitais que ofertam esses leitos, são nove que não possuem nenhum disponível de modo geral. Em se tratando dos leitos especiais para o tratamento do vírus, são 13 unidades lotadas.

Veja a lista de hospitais superlotados

  • Hospital Azambuja, em Brusque
  • Hospital Bethesda, em Joinville
  • Hospital Divino Salvador, em Videira
  • Hospital Regional Hans Dieter, em Joinville
  • Hospital Sagrada Família, em São Bento do Sul
  • Hospital Santa Teresinha, em Braço do Norte
  • Hospital São Braz, em Porto União
  • Maternidade Darcy Vargas, em Joinville
  • Maternidade Dona Catarina Kuss, em Mafra

Somente as duas últimas unidades não possuem pacientes da Covid-19, sendo que tratam-se de maternidades que não disponibilizam leitos adultos de UTI.

Pouco mais da metade dos catarinenses estavam em casa

No domingo (3), tradicionalmente, com menor fluxo de pessoas, o índice de isolamento social foi de 51,7% em Santa Catarina, segundo os dados da plataforma In Loco, que mapeia 1,5 milhão de catarinenses via smartphone.

O índice é inferior à média nacional, que fica em 52,3%, e deixa o Estado na 15ª posição no ranking nacional, liderado por Amazonas (60%), Rondônia (56%) e Acre (55%).

Apesar disso, durante o Réveillon e demais datas comemorativas, aglomerações foram flagradas pelas autoridades. Em solo catarinense, festas reuniram multidões, o que repercutiu nas redes sociais.

Loading...