SC mantém média alta de mortes por Covid-19 mesmo com queda de novos casos; veja detalhes

Segundo análise do Necat, a média de casos diários diminuiu 74% em relação aos últimos 14 dias

A média de mortes por Covid-19 em Santa Catarina segue em patamar elevado, mas o número de novos casos diminuiu, segundo o último boletim do Necat (Núcleo de Estudos de Economia Catarinense), desta segunda-feira (20).

Média de casos de Covid-19 cai em Santa Catarina- Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Doivulgação/NDMédia de casos de Covid-19 cai em Santa Catarina- Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Doivulgação/ND

De acordo com a publicação, uma taxa semanal de crescimento de 0,2% no agregado estadual e uma média semanal móvel de 293 novos casos diários revelam uma forte tendência de queda dos novos casos.

O Necat analisou os números da pandemia na semana entre os dias 11 a 17 de setembro, período em que o Estado registrou 2.050 novos casos e mais 148 mortes .

Na última semana de agosto,  a média de casos diários ficou em 1.449 , enquanto na semana analisada caiu para 293 casos. O dado mostra uma queda de 66% em relação à semana anterior e de 74% em relação aos últimos 14 dias. “Percentuais que configuram uma forte tendência de queda do indicador”, afirma o texto.

Mas o número de mortes permanece elevado. Ao todo, cerca de 1,17 milhão de pessoas já foram contaminadas e 19.055 delas morreram.

“Em função disso, Santa Catarina se manteve no 2º lugar no ranking nacional dentre os estados com o maior número de registros da doença a cada 100 mil habitantes e, em termos absolutos, o 6º estado como maior número de casos e o 10º estado com maior número de mortes”.

Segundo a última matriz de risco divulgada pelo governo estadual, o número de Rt (reprodução efetivo) — indicador que mede a taxa de transmissão do vírus na população — caiu para 0.78, consolidando uma situação gravíssima em apenas uma das 16 regiões de saúde do Estado, além de uma situação grave em outras quatro regiões.

Porém, em várias regiões o indicador se manteve no patamar entre 0.90 e 0.99. Isso significa que o vírus continua circulando de forma acelerada no território catarinense, mesmo que o número de pessoas contaminadas tenha diminuído.

+

Saúde

Loading...