Santa Catarina registra 4,4 mil novos casos da Covid-19

Média por dia é de 2,6 mil em 2021; sete hospitais seguem superlotados, e 11 não possuem leitos exclusivos da Covid-19 disponíveis

Foram 4.432 novos casos da Covid-19 confirmados nesta quinta-feira (7) em Santa Catarina, em mais uma alta acima da média dos últimos dias. O total de confirmações no Estado é de 511.329, sendo que são 487.644 recuperados, 95% do total.

As mortes, até então, foram 5.522, com inclusão de 40 nas últimas 24h. Isso deixa a taxa de letalidade do Estado em 1,08%, a menor do país.

Leitos de UTI estão indisponíveis em sete hospitais ao longo do Estado – Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Seco/Arquivo/NDLeitos de UTI estão indisponíveis em sete hospitais ao longo do Estado – Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Seco/Arquivo/ND

Os dados desta quinta (7) completam a primeira semana de 2021, deixando a média de 2,6 mil casos a cada 24h. Com isso, as altas dos últimos dias quebram a onda de retração do começo do ano, e voltam aos números das semanas anteriores.

No contexto, alguns dias, os primeiros do ano, tiveram uma redução leve no número de destes realizados.

Assim, Santa Catarina figura, nacionalmente, como o 3º Estado com maior número de casos, e o 11º em número de mortes, colocações que aumentaram uma posição nos últimos dias.

Dentro do território do Estado, o panorama segue semelhante, com Joinville, no Norte, sendo a cidade com mais casos, seguida pela capital. Ambos os municípios mantém margem de mais de 15 mil casos em relação aos demais.

Os municípios com mais casos confirmados de Covid-19 são:

  • Joinville: 46.684
  • Florianópolis: 43.564
  • Blumenau: 27.332
  • São José: 22.012
  • Criciúma: 19.600
  • Palhoça: 15.444
  • Balneário Camboriú: 15.054
  • Itajaí: 14.883
  • Chapecó: 13.999
  • Brusque: 13.333

Dez regiões seguem com sinal vermelho aceso

Santa Catarina tem dez regiões em nível gravíssimo (vermelho) para a Covid-19, conforme a mais recente atualização do mapa de risco, divulgada na manhã desta quinta (7). No último boletim, eram 12 regiões em estado gravíssimo.

Outras seis aparecem em nível grave (laranja) no mapa. Não há regiões em nível alto (amarelo) e azul (moderado).

As regiões de Alto Uruguai Catarinense, Alto Vale do Itajaí, Extremo-Oeste, Extremo Sul, Laguna e Serra foram reclassificadas para o nível grave (cor laranja).

Nove hospitais têm superlotação de UTIs

A ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) teve retração na ocupação, deixando os 80% pela primeira vez em meses.

Atualmente, 78% dos leitos da rede pública estão ocupados, número que representa que, dos 1.513 ativos, são 1.195 indisponíveis, sendo 561 ocupados por pacientes da Covid-19.

Contudo, sete unidades das 55 que ofertam terapia intensiva estão superlotadas. Já os leitos exclusivos para o novo coronavírus estão indisponíveis em 11 hospitais.

Veja a lista de hospitais superlotados

  • Hospital Bethesda, em Joinville
  • Hospital Hélio Anjos Ortiz, em Curitibanos
  • Hospital Santa Isabel, em Blumenau
  • Hospital Santa Teresinha, em Braço do Norte
  • Hospital São Braz, em Porto União
  • Hospital São Vicente de Paulo, em Mafra
  • Hospital Divino Salvador, em Videira
  • Hospital Regional Hans Dieter, em Joinville
  • Hospital Sagrada Família, em São Bento do Sul
  • Maternidade Carmela Dutra, em Florianópolis

Somente a última unidade não possui pacientes da Covid-19, sendo que trata-se de uma maternidade que não disponibiliza leitos adultos de UTI.

Isolamento social acima da média

Durante a quarta (6), foram 39,4% dos catarinenses em isolamento social, porcentagem acima da média nacional, de 38,9%.

O índice deixa o Estado na 13ª posição no ranking nacional, liderado por Amazônia (47%), Rondônia (46%) e Acre (44%).

Os dados são da plataforma In Loco, que mapeia 1,5 milhão de catarinenses via smartphone.

+

Saúde

Loading...