SC tem 90% da população vacinada com ao menos uma dose

Número é referente apenas a pessoas acima de 12 anos, faixa etária apta para receber o imunizante contra a Covid-19

Santa Catarina atingiu a marca de 90% da população com 12 anos ou mais vacinada com ao menos uma dose contra a Covid-19 neste domingo (24). O número, divulgado pela SES (Secretaria de Estado da Saúde), correspende a mais de 5 milhões de catarinenses vacinados.

SC atinge marca de 90% da população (apta para receber o imunizante) vacinada – Foto: Divulgação/NDSC atinge marca de 90% da população (apta para receber o imunizante) vacinada – Foto: Divulgação/ND

Em relação à população total, Incluindo os que têm menos de 12 anos, significa que 76% de todos os catarinenses já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

Em comunicado, o governador Carlos Moisés da Silva (sem partido) alertou para a importância de que as pessoas não se esqueçam de tomar a segunda dose do imunizante.

“Devemos salientar que quase a totalidade da população com 60 anos ou mais completou o esquema vacinal, mas ainda há mais de 400 mil pessoas que não voltaram para ser plenamente imunizadas. É imprescindível que se lembrem dessa necessidade”, afirmou o chefe do Executivo.

Vale ressaltar que em Santa Catarina mais de 67% da população apta para receber a vacina já completou o ciclo vacinal – com duas doses ou dose única. O número corresponde a pouco mais de 4 milhões de pessoas.

Dados do Vacinômetro do último domingo:

Imunidade coletiva

O superintendente de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, lembrou ainda que, para um maior controle da doença, é necessário vacinar pelo menos 85% da população, para promover a chamada imunidade coletiva, suficiente para reduzir a circulação do coronavírus.

Além disso, essa porcentagem tem como objetivo proteger aqueles que não podem se vacinar até o momento, como as crianças menores de 12 anos.

Estado estima que com 85% da população totalmente imunizada seja possível atingir a chamada imunidade coletiva – Foto: Leo Munhoz/NDEstado estima que com 85% da população totalmente imunizada seja possível atingir a chamada imunidade coletiva – Foto: Leo Munhoz/ND

“Segundo último levantamento da Dive/SC, cerca de 432 mil pessoas que receberam a primeira dose estão em atraso na aplicação da segunda dose, e com isso apresentam elevado risco de desenvolverem formas graves da Covid-19”, disse o superintendente.

“A cobertura vacinal já é suficiente para observarmos uma melhora nos indicadores, mas precisamos alcançar e superar a meta de 85% da população totalmente imunizada”, afirma o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.

Queda no número de mortes

Um levantamento preliminar realizado pela Dive/SC mostra que no período de 14 de setembro a 13 de outubro foram registrados 431 mortes por Covid-19 em Santa Catarina, representando uma queda de 34% quando comparado com o período de 30 dias anteriores, que havia contabilizado 649 mortes.

Quando analisada a situação vacinal das pessoas que morreram nesse período, das 431 mortes, 327 (76%) eram de idosos (60 anos ou mais) e 104 (34%) eram pessoas abaixo de 60 anos de idade.

Dos 327 idosos, 116 (35%) não tinham completado o esquema vacinal (87 não tinham recebido nenhuma dose e 29 só haviam recebido a primeira dose), 211 (65%) tinham recebido as duas doses ou a dose única há mais de cinco meses, mas apenas dois haviam recebido a dose de reforço.

Já entre a população abaixo de 60 anos, dos 104 óbitos registrados, 88 (85%) não tinham completado o esquema de vacinação e apenas 16 pessoas (15%) estavam com o esquema vacinal completo.

+

Saúde

Loading...