SC tem aumento de 65% nos casos confirmados de dengue em comparação com 2020

Só em 2021, mais de 18 mil casos de dengue foram confirmados pela Dive, enquanto no mesmo período de 2020 foram cerca de 11 mil

Mesmo no inverno, o número de casos confirmados de dengue em Santa Catarina segue aumentando. Entre janeiro e julho de 2021, 18.492 casos de dengue foram registrados no Estado.

Santa Catarina tem 115 municípios infestados pelo mosquito da dengue – Foto: Freepik/Divulgação/NDSanta Catarina tem 115 municípios infestados pelo mosquito da dengue – Foto: Freepik/Divulgação/ND

No mesmo período de 2020, haviam sido confirmados 11.217 casos. Isso representa um aumento de 65% no número de casos positivos pela doença.

Número de casos confirmados de dengue aumentou em comparação com 2020 – Foto: Dive/DivulgaçãoNúmero de casos confirmados de dengue aumentou em comparação com 2020 – Foto: Dive/Divulgação

Além disso, segundo a Dive (Diretoria de Vigilância Epidemiológica), entre 3 de janeiro e 24 de julho de 2021, 44.965 focos do mosquito Aedes aegypti foram identificados, em 218 municípios.

Destes, 115 são considerados infestados pelo inseto transmissor da dengue, zika vírus e febre de chikungunya. A definição de infestação é feita, segundo a Dive, de acordo com a disseminação e manutenção dos focos. Dos municípios com casos de dengue confirmados, Joinville, no Norte do Estado, é o que possui mais casos.

Municípios catarinenses infestados pelo mosquito Aedes aegypti – Foto: Dive/DivulgaçãoMunicípios catarinenses infestados pelo mosquito Aedes aegypti – Foto: Dive/Divulgação

Números da dengue

Conforme do boletim da Dive, 18.492 casos de dengue foram confirmados (8.816 pelo critério laboratorial e 9.676 pelo critério clínico epidemiológico). Outros 1.655 estão sob investigação pelos municípios.

Do total de casos confirmados até o momento, 18.015 são autóctones (transmissão dentro do estado), 56 casos são importados (transmissão fora do estado), 268 casos estão em investigação de LPI (Local Provável de Infecção) e 153 são indeterminados, pois não foi possível definir o LPI.

Foram registrados 144 casos de dengue com sinais de alarme em moradores de Joinville (131), Itajaí (7), Navegantes (3), Dona Emma (1) e Santa Helena (1), e nove casos de dengue grave em residentes nos municípios de Joinville (8) e Camboriú (1).

Santa Catarina também teve cinco mortes pela doença: dia 30 de abril, um paciente de 49 anos; dia 1° de maio, um paciente de 79 anos; dia 2 de maio, um paciente de 75 anos; dia 13 de maio, um paciente de 33 anos e no dia 24 de maio, um paciente de 49 anos. Dois óbitos continuam em investigação pelo município de Joinville.

Aumento no número de focos

O número de focos do mosquito transmissor da dengue também aumentou, se comparado com o mesmo período de 2020.

Em 2021, foram identificados 44.965 focos. Comparando ao mesmo período de 2020, quando foram identificados 24.119 focos em 187 municípios, observa-se um aumento de 86,4% no número de focos detectados.

Número de focos do mosquito transmissor da dengue é 88% maior que no ano passado – Foto: DIVE/SES/SC/DivulgaçãoNúmero de focos do mosquito transmissor da dengue é 88% maior que no ano passado – Foto: DIVE/SES/SC/Divulgação
115 municípios catarinenses são considerados infestados pelo mosquito Aedes aegypti – Foto: DIVE/SES/SC/Divulgação115 municípios catarinenses são considerados infestados pelo mosquito Aedes aegypti – Foto: DIVE/SES/SC/Divulgação
+

Saúde

Loading...