SC tem mais três mortes confirmadas por dengue e o total de 26, em 2022

Número de casos confirmados de dengue aumentou em 8 mil na última semana; 46 municípios enfrentam epidemia

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) confirmou mais três mortes por dengue, que aconteceram em Santa Catarina ao longo de 2022, pelo boletim divulgado nesta sexta-feira (6). Com isso, a doença causada pelo Aedes Aegypti soma 26 vítimas fatais neste ano.

Sintomas causadas pela dengue podem levar à morte – Foto: Secretaria de Saúde do RS/Divulgação/NDSintomas causadas pela dengue podem levar à morte – Foto: Secretaria de Saúde do RS/Divulgação/ND

As mortes confirmadas no boletim atual são todas de mulheres que foram contaminadas em Santa Catarina. A primeira morava em Brusque e morreu, aos 64 anos, no dia 1° de abril. Outra vítima veio à óbito em Guaraciaba no dia seguinte, aos 94 anos. A terceira morte confirmada aconteceu em Itá no dia 9 do mesmo mês, com uma adulta de 39 anos.

Ainda são investigadas 14 mortes, todas suspeitas de terem sido motivadas pela dengue, que devem ser confirmadas ou descartadas nos próximos comunicados. Santa Catarina tem 22 pacientes em estado grave e 333 em alerta, todos contaminados com dengue, segundo o Informe.

Aumento de casos confirmados

O número de casos também aumentou consideravelmente, com acréscimo de 8 mil confirmados com a doença desde o boletim anterior, divulgado no dia 27 de abril. A maior parte dos casos confirmados estão no Oeste e Litoral Norte de Santa Catarina.

As transmissões autóctones, ou seja, dentro do Estado, aconteceram em 115 municípios, dos quais 46 vivem em situação de epidemia.

Com mais 8 mil confirmações de casos, o número também seguiu a tendência de aumento. O total desde o início do ano passou de 24,2 mil para 32,2 mil casos. Entre eles, são 22 pacientes graves e 333 em alerta mapeados com dengue. São 127 municípios considerados infestados.

Sintomas da dengue

Com Santa Catarina em nível epidêmico para a dengue é importante estar atento aos sintomas que são febre alta, dores pelo corpo, de cabeça ou atrás dos olhos, além de manchas na pele e vômito.

O Diretor da Vigilância Epidemiológica, João Augusto Brancher Fuck, aconselha em caso de sintomas. “Procurem o serviço de saúde para que os profissionais possam fazer a suspeição e indicar o manejo clínico correto”.

A transmissão da dengue se dá em função da presença do Aedes Aegypti, mosquito que também transmite a chikungunya e o zika. Para evitar a proliferação e infestação, o diretor lembra que é importante buscar e eliminar a água parada – onde os mosquitos se criam – nos ambientes.

Lista de municípios em epidemia

  • Anchieta;
  • Águas Frias;
  • Ascurra;
  • Abelardo Luz;
  • Blumenau;
  • Bombinhas;
  • Bom Jesus;
  • Barra Bonita;
  • Belmonte;
  • Brusque;
  • Cordilheira Alta;
  • Cunhataí;
  • Chapecó;
  • Caibi;
  • Concórdia;
  • Caxambu do Sul;
  • Cunha Porã;
  • Coronel Freitas;
  • Descanso;
  • Flor do Sertão;
  • Garuva;
  • Guaraciaba;
  • Iraceminha;
  • Itá;
  • Iporã do Oeste;
  • Ipumirim;
  • Joinville;
  • Mondaí;
  • Maravilha;
  • Nova Itaberaba;
  • Palmitos;
  • Peritiba
  • Romelândia;
  • Riqueza;
  • Seara;
  • Saudades;
  • Santa Helena;
  • São José do Cedro;
  • São Miguel da Boa Vista;
  • Santa Terezinha do Progresso;
  • São Miguel do Oeste;
  • São João do Oeste;
  • Tunápolis;
  • Tigrinhos;
  • Xanxerê;
  • Xavantina.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...