Secretaria de Saúde organiza retomada da vacinação por idade em SC

Deliberações ainda serão avaliadas por comitê formado por gestores estaduais e municipais; vacinação deverá ocorrer em paralelo aos grupos prioritários

A retomada da vacinação contra a Covid-19 por idade em Santa Catarina ainda depende das deliberações da Secretaria da Saúde. Nesta terça-feira (1º), a pasta concluía um documento com as orientações, que será então avaliado pela CIB (Comissão Intergestores Bipartite).

Secretária de Saúde organiza retomada da vacinação por idade em SCDeliberações da Secretaria da Saúde serão apreciadas pela CIB –  Foto: Rogério da Silva/Secom/Divulgação/ND

A previsão é as definições ocorram ainda nesta semana. A CIB, formada por gestores estaduais e municipais, aguarda o envio das deliberações para realizar a avaliação, detalha Daisson Trevisol, presidente do Cosems/SC (Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Santa Catarina).

A partir delas, será avaliado se há necessidade de reunião. Caso contrário, será aprovado. O documento definirá os critérios e a forma mais adequada para retomar a vacinação por idade.

A necessidade da consulta foi ressaltada pelo Ministério da Saúde, para que a campanha seja adequada a realidade dos municípios. Uma reunião estava marcada para a última sexta-feira (28), mas foi adiada.

O prefeito Gean Loureiro (DEM), já adiantou a divulgação e anunciou na segunda-feira (31) que quer começar a vacinar adultos a partir dos 59 anos nesta semana em Florianópolis.

Retomada

A vacinação por faixa etária foi anunciada no último dia 27, pelo governador Carlos Moisés. A princípio, ocorrerá junto aos grupos prioritários, onde a demanda para este último grupo seja menor. A previsão é que comece por quem tem 59 anos, em ordem decrescente.

Por enquanto, as campanhas em Santa Catarina seguem restritas aos grupos prioritários. São vacinados em Santa Catarina pessoas de 18 a 59 anos de idade portadoras de comorbidades e de deficiência permanente grave, trabalhadores de educação, população privada de liberdade.

Assim como agentes das forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade, pessoas em situação de rua, trabalhadores do transporte aéreo e portuário.

+

Saúde