Secretário de Saúde de SC cobra agilidade de prefeitos para vacinação

Santa Catarina já vacinou 89 mil pessoas, e recebeu neste domingo (7) mais 85 mil doses da Coronavac, que devem ser distribuídas às regionais ainda na segunda (8)

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, cobrou mais agilidade dos municípios para vacinar a população contra a Covid-19. A fala foi feita durante uma videoconferência com gestores de todos os municípios catarinenses.

Secretário de Saúde de SC cobra agilidade de prefeitos para vacinação – Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil/NDSecretário de Saúde de SC cobra agilidade de prefeitos para vacinação – Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil/ND

“Recebemos as doses e nos empenhamos para a criação de uma logística rápida para a entrega das vacinas a todos os municípios. Mas nesse momento, preciso fazer um apelo aos gestores municipais, pois nessa velocidade com que as vacinas estão sendo aplicadas, não atingiremos o nosso objetivo”, disse.

A distribuição das vacinas é feita pelo governo do Estado, e os municípios são responsáveis pela aplicação. De acordo com os balanços do governo estadual, a média de aplicação seria em torno de 5 mil doses por dia. “Não será possível neste ritmo atingirmos os objetivos da vacinação dos grupos prioritários conforme planejamento”, ressaltou o secretário.

Segundo o secretário, a aplicação deveria ser mais rápida, assim como os registros das doses, que também precisariam ser mais precisos. A cobrança por maior agilidade foi oficializada por meio de um ofício enviado pela SES (Secretaria de Estado da Saúde) aos municípios.

Até a última sexta-feira (5), Santa Catarina aplicou 89 mil doses das vacinas contra a Covid-19, ou seja, 44% das 202 mil doses distribuídas. 78.056 (87%) doses foram aplicadas nos trabalhadores da saúde, 6.992 em pessoas idosas institucionalizadas, 286 em pessoas com deficiência institucionalizadas e 3.828 na população indígena.

+

Saúde