Moacir Pereira

Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


Secretário Motta: ‘Os números sobre dívida dos hospitais são mentirosos’

Secretário da Saúde anunciou reunião com a Associação dos Hospitais de Santa Catarina na segunda-feira (15)

O secretário da Saúde, André Motta Ribeiro, contestou com veemência as críticas da Associação e Federação dos Hospitais de Santa Catarina sobre anunciada dívida de R$ 100 milhões, atrasada há dois meses. Enfatizou que, ao contrário, o governo está antecipando pagamento de leitos a pacientes de Covid-19, referentes ao próximo mês de abril. Citou o Imperial Hospital de Caridade, de Florianópolis, e o Hospital Regional do Oeste, de Chapecó.

Secretário da Saúde criticou falas do diretor executivo da Associação dos Hospitais de Santa Catarina – Foto: Leo Munhoz/NDSecretário da Saúde criticou falas do diretor executivo da Associação dos Hospitais de Santa Catarina – Foto: Leo Munhoz/ND

Externando indignação, Motta declarou: “Estes números sobre dívida de R$ 100 milhões são mentirosos. São dados do diretor da Associação dos Hospitais, que é um mentiroso.”

O secretário referiu-se ao diretor executivo da Associação dos Hospitais de Santa Catarina, Adriano Ribeiro, com quem mantém relação conflituosa e que foi excluído das reuniões do grupo gestor da saúde sobre o coronavírus. O secretário anunciou ação judicial.

Esclareceu, ainda, que a obrigação de aquisição de remédios é das unidades hospitalares. Ainda assim, a Secretaria distribuiu 150 mil ampolas de medicamentos para os filantrópicos.

Motta Ribeiro anunciou que pretende se reunir na segunda-feira (15) com os dirigentes das duas entidades que congregam os hospitais para tratar da alta de medicamentos nos estoques e de graves problemas gerados pelos aumentos absurdos de alguns remédios essenciais ao tratamento do Covid-19 e de outras enfermidades.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.