Sinais nas unhas podem apontar quem já teve Covid-19, diz estudo

Situação foi analisada pelo epidemiologista inglês, Tim Spector, que lidera o Zoe Symptom Study, que se concentra no rastreamento de novos sintomas da Covid-19

O sinal de que você já contraiu a Covid-19, e talvez não saiba, pode estar nas suas unhas. Segundo estudo da National Center for Biotechnology Information, unhas deformadas e sem cor podem surgir algumas semanas após o contágio pelo vírus.

Sinais nas unhas podem identificar se você já teve Covid-19 – Foto: ReproduçãoSinais nas unhas podem identificar se você já teve Covid-19 – Foto: Reprodução

A situação foi chamada de “unhas da Covid”. O sintoma também é chamado de unha meia-lua vermelha, uma vez que é formado uma faixa arredondada sobre a área branca na base da unha.

Para os estudiosos, a causa provável dessa condição são danos nos vasos sanguíneos associados ao coronavírus ou alguma resposta imune do corpo, que pode ter causado mini coágulos e descoloração.

A situação foi analisada pelo epidemiologista inglês, Tim Spector, que lidera o Zoe Symptom Study, que se concentra no rastreamento de novos sintomas da Covid-19.

Segundo ele, as pessoas que possuem uma “linha clara”, podem ter contraído o vírus anteriormente. Essa linha pode ser causada por uma interrupção do crescimento da unha devido a uma lesão ou doença viral, como a Covid-19.

“Suas unhas parecem estranhas? As unhas COVID são cada vez mais reconhecidas à medida que elas se recuperam após a infecção e o crescimento é retomado deixando uma linha nítida. Pode ocorrer sem erupções cutâneas e parece inofensivo”, escreveu o epidemiologista nas redes sociais.

No entanto, ele ressalta que qualquer infecção pode fazer com que essa marca apareça. “Não é específico para Covid, mas, claramente, muitas pessoas foram expostas em um momento semelhante”, explicou.

As marcas podem aparecer em todas as unhas, inclusive nas dos pés. Elas costumam ser inofensivas e somem com o tempo, à medida que as unhas vão crescendo.

Linha de Beau

Outro estudo publicado pela National Center for Biotechnology Information observou outros casos conhecidos como “linhas de Beau”.

Chamadas linhas de Beau – Foto: NCBI/ReproduçãoChamadas linhas de Beau – Foto: NCBI/Reprodução

Neste caso específico, a unha possui linhas horizontais na base das unhas das mãos e pés e tendem a aparecer após quatro semanas ou mais após uma infecção.

O estudo apontou que um homem de 45 anos apresentou uma ranhura horizontal em todas as unhas das mãos e dos pés. Vale ressaltar que, atualmente, não existem evidências que associem a gravidade da Covid-19 e as alterações causadas pelas linhas de Beau.

+

Saúde