Sobe para 41 os casos confirmados de sarampo em Joinville

De acordo com a prefeitura, 428 casos suspeitos da doença já foram notificados somente este ano no município

Subiu para 41 o número de casos confirmados de sarampo em Joinville, no Norte do Estado. A informação foi divulgada na tarde desta quinta-feira (14), pela Secretaria de Saúde do município.

Vacina é gratuita e está disponível nos postos de saúde do município – Foto: Divulgação/NDVacina é gratuita e está disponível nos postos de saúde do município – Foto: Divulgação/ND

De acordo com a prefeitura, 428 casos suspeitos da doença já foram notificados somente neste ano. Por conta disso, a Secretaria de Saúde instalou um ponto de vacinação na Expoville, durante a realização da Festa das Flores.

O espaço anexado ao palco de apresentações ficará a disposição dos visitantes até o próximo domingo (17). O atendimento acontece das 14 às 21 horas e tem o apoio do Sesi.

Além disso, durante o fim de semana, as pessoas que ainda não se vacinaram contra o sarampo podem procurar atendimento no 2º piso do Shopping Cidade das Flores, das 14 às 21 horas. A vacinação também está disponível de forma gratuita em 55 Unidades Básicas de Saúde de Joinville.

Cobertura vacinal continua abaixo da meta

Em Joinville, a cobertura vacinal continua abaixo da meta. Até o momento, apenas 54% das crianças de 6 a 11 meses foram imunizadas. Já no grupo das crianças de 1 ano, o percentual é maior, alcançando 89,58% da meta estipulada. Ainda segundo a prefeitura, neste ano foram aplicadas 75 mil doses da vacina em pessoas de todas as faixas etárias.

De acordo com o médico infectologista Marcelo Mulazani, o fato da doença ter sido considerada uma doença extinta nos últimos anos pode ter contribuído para a queda na procura da vacina nos postos.

“O motivo principal é a falta de aderência ao programa nacional de vacinação. O fato de sarampo ter se tornado infrequente fez com que ‘relaxássemos’, como sociedade, com relação a importância das vacinas”, conta.

Ainda segundo Marcelo, a vacina continua sendo a principal forma de prevenção contra a doença.

Manchas na pele é um dos principais sintomas da doença – Agência Brasil/Divulgação/NDManchas na pele é um dos principais sintomas da doença – Agência Brasil/Divulgação/ND

O que é o sarampo?

É uma doença viral, extremamente contagiosa. O vírus se espalha facilmente pelo ar através da respiração, tosse ou espirros e pode ficar até duas horas no ambiente.

Uma pessoa com sarampo pode transmitir a doença para uma média de 12 a 18 pessoas que nunca foram expostas ao vírus anteriormente ou que não tenham se vacinado. A única forma de se prevenir é com a vacinação.

Os principais sintomas do sarampo são: febre, tosse, coriza, aparecimento de manchas vermelhas no corpo e olhos avermelhados.

Leia também:

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde