SP registra 25 casos de variante brasileira do coronavírus

Informação foi divulgada pelo secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, na manhã desta segunda (15); 16 casos desse total são de transmissão interna

O secretário de Estado da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, informou na manhã desta segunda-feira (15), que o Estado de São Paulo já contabiliza 25 casos da variante brasileira do novo coronavírus, a P1. Dos 25 casos, 16 são autóctones (de transmissão interna).

SP confirma 25 casos de variante brasileira do coronavírus – Foto: Divulgação/Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA/Portal R7/NDSP confirma 25 casos de variante brasileira do coronavírus – Foto: Divulgação/Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA/Portal R7/ND

A informação foi divulgada durante entrevista ao Bom Dia São Paulo, da TV Globo.

O município com o maior número de registros é Araraquara, no interior paulista, que decretou “lockdown” a partir desta segunda (15) por causa do aumento de casos e de óbitos pela Covid-19. Infratores estarão sujeitos a multas que variam de R$ 120 a R$ 6 mil.

Segundo o secretário, a pasta foi informada de que a presença da cepa britânica foi descartada, mas o número de casos da cepa brasileira aumentou.

“Agora, pela manhã, a pesquisadora Ester Sabino (da Universidade de São Paulo) nos comunicou que três cepas que tinham sido colocadas como cepas britânicas foram resequenciadas e afastou-se a possibilidade da cepa britânica, porém, aumentou a estatística. Nós tínhamos oito casos em Araraquara para a cepa P1, do Amazonas, e elas passaram a consagrar como 12 casos agora. Por outro lado, nos deixa mais tranquilos, porque não temos duas cepas diferentes circulando, mas uma nova cepa”, informou ao telejornal.

A pesquisadora explicou que as amostras foram sequenciadas utilizando uma nova técnica. “Os resultados da sexta-feira foram baseados em uma técnica nova de PCR para tipagem, mais rápida e barata. Ainda não tínhamos sequenciado os casos. Durante o final de semana, nós sequenciamos e as amostras P1 confirmaram o resultado, mas as três amostras suspeitas de B 1.1.7 não foram confirmadas por sequenciamento”.

Gorinchteyn informou ainda que os 12 casos do município são autóctones, assim como três de Jaú e um da capital, que foi anunciado no último sábado (13). Dessa forma, a nova variante já está circulando em quatro municípios do Estado.

+

Saúde