STF obriga Estado a repassar R$ 2 mi a hospital de BC

Ministro determinou que o valor deve ser mantido para que o Hospital Ruth Cardoso continue atendendo emergências da região de Balneário Camboriú

O Hospital Municipal e Maternidade Ruth Cardoso, de Balneário Camboriú, vai continuar recebendo o suporte de R$ 2 milhões do Governo do Estado. A determinação foi dada pelo presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ministro Luiz Fux. Atualmente, o hospital é referência regional no atendimento de casos de Covid-19

STF obriga Estado a repassar R$ 2 mi a hospital de BC. – Foto: Reprodução/NDTV/ND

A liminar determina ainda que o hospital atenda, além dos  moradores de Balneário Camboriú, as cidades de Camboriú, Itapema, Porto Belo e Bombinhas. Em sua decisão, o ministro avaliou que o suporte financeiro não comprometeria significativamente o orçamento do Estado.

A medida foi requerida pela 6ª Promotoria de Justiça e deferida pelo TJSC (Tribunal de Justiça de Santa Catarina). A ação impediria um colapso na saúde da macrorregião da Foz do Rio Itajaí.

Caso o hospital não atendesse a região, toda a demanda seria direcionado para o Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí. O hospital é referência no atendimento médico de urgência de doenças cerebrovasculares e infartos. 

+

Saúde