Suspeitas de fura-fila na vacinação são investigadas pelo MP no Norte de SC

A região tem notícias de fato e inquérito civil abertos para apurar suspeitas de fura-fila na imunização contra a Covid-19

O Ministério Público de Santa Catarina já recebeu 208 suspeitas de fura-fila na vacinação contra a Covid-19. E algumas delas são referentes a casos nas regiões Norte e Nordeste.

Em Papanduva, no Planalto Norte, há um inquérito civil que investiga um possível caso. A abertura desse tipo de processo significa que as suspeitas levadas ao MP apresentaram indícios suficientes de irregularidades para que o procedimento investigatório continue com a coleta de mais provas.

MP já recebeu mais de 200 suspeitas de fura-vila na vacinação contra a Covid-19 – Foto: Prefeitura de Itajaí/DivulgaçãoMP já recebeu mais de 200 suspeitas de fura-vila na vacinação contra a Covid-19 – Foto: Prefeitura de Itajaí/Divulgação

Nesse o caso, o problema constatado pode ser solucionado com recomendações, ajustamento de conduta ou acordos que não necessariamente levem o caso à justiça. Porém, caso não haja resolução consensual, o inquérito evolui para ação judicial civil ou penal.

Como os casos ainda estão em investigação, o Ministério Público não repassa informações sobre as suspeitas.

As regiões Norte e Nordeste também têm abertas notícias de fato pelo MP, que se tratam de um tipo de procedimento preliminar de investigação para apurar reclamações feitas na ouvidoria, levadas às promotorias ou mesmo abertas pelos próprios promotores.

Há notícias de fato em andamento em Canoinhas, Guaramirim, Itapoá, Joinville e Porto União. Nesses casos, como a investigação ainda é muito inicial, sem levantamento de indícios mínimos que confirmem a probabilidade de fura-fila, não são disponibilizados mais detalhes sobre os fatos suspeitos.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...