João Paulo Messer

Política, economia, bastidores e tudo que envolve o cotidiano e impacta na vida do cidadão de Criciúma e região.


Três meses seguidos com quatro feriadões preocupam autoridades de saúde

Em setembro, outubro e novembro feriados da independência, padroeira do Brasil, finados e proclamação da república combinados a temperaturas mais altas sugerem superlotação do litoral catarinense.

Após a redução significativa dos casos ativos da Covid-19, mesmo com o avanço da vacinação, autoridades revelam preocupações com possíveis aglomerações que devem ocorrer nos próximos três meses. Embora seja assunto de bastidores, o tema já merece discussão. Neste curto período serão quatro feriadões.

O calendário prevê a oportunidade de quatro feriadões nos três próximos meses. – Foto: DivulgaçãoO calendário prevê a oportunidade de quatro feriadões nos três próximos meses. – Foto: Divulgação

O fato de o dia 7 de setembro cair numa terça-feira, permitindo feriado com a segunda-feira enforcada; o dia 12 de outubro cair igualmente numa terça-feira com o mesmo cenário; assim como o dia 2 de novembro – finados – e o dia 15 de novembro que cai numa segunda-feira, abre-se um tom de alerta.

Outro ingrediente desta discussão é o feriado de 7 de setembro, inicialmente com a previsão de desfile em alusão ao aniversário de independência do Brasil. Para este período a preocupação é a tensão política que o país vive.

Loading...