Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


UFSC anuncia que não vai retornar aulas presenciais em 2020

Reitor Ubaldo Cezar Balthazar condiciona retomada a "uma vacina ou um medicamento eficaz e disponível para combater a Covid-19"

Reitor Ubaldo Balthazar gravou vídeo para falar sobre o calendário universitário – Foto: Reprodução/Instagram/NDReitor Ubaldo Balthazar gravou vídeo para falar sobre o calendário universitário – Foto: Reprodução/Instagram/ND

A UFSC anunciou nesta terça-feira que não vai retomar o ensino de forma presencial  em 2020. “Nossa prioridade, neste momento, é a preservação da saúde. Quero garantir que não retomaremos o ensino presencial  sem que haja uma vacina ou um medicamento eficaz e disponível para combater a Covid-19”, afirmou o reitor Ubaldo Cezar Balthazar em vídeo publicado nas redes sociais

“É bem provável que a maioria de nós não volte a andar pelos campi da UFSC em 2020”, disse Ubaldo, que condicionou a retomada  do ensino presencial a “condições sanitárias e epidemiológicas que garantam a segurança de sua comunidade universitária”. “Não queremos nossos estudantes se arriscando ou se endividando esperando o retorno presencial que não vai acontecer tão cedo”, complementou.

O calendário da instituição será decidido pelo Conselho Universitário em reunião agendada para o próximo dia 17.  “Até lá teremos diversas oportunidades para que nossos docentes e técnicos se capacitarem e nossos estudantes terem acesso a computadores e à internet”, disse, referindo-se a um plano para ensino virtual.

O reitor contestou críticas feitas à UFSC pela falta de implementação da modalidade online depois de quatro meses sem atividades em sala de aula. “Nossas atividades de ensino estão suspensas desde março e isso, ao que parece, é motivo para que a UFSC seja atacada e tenha seus trabalhadores ofendidos, que seguem pesquisando e contribuindo com a ciência”, rebateu.

“Estamos assistindo a uma tragédia que afeta milhares de nossos cidadãos e como reitor tenho a responsabilidade de preservar as vidas de mais de 40 mil pessoas na nossa UFSC”, falou Balthazar no vídeo.

+ Fabio Gadotti