Um laboratório de análises clínicas que já planejava crescimento antes da pandemia

Conheça uma história de empreendedorismo no processo de análises clínicas, tão necessário em tempos de atenção à saúde e verificação das situações da Covid-19

Funcionários experientes são designados para a coleta dos materiais – Foto: Divulgação/LabVitalFuncionários experientes são designados para a coleta dos materiais – Foto: Divulgação/LabVital

No cenário atual, os laboratórios de análises clínicas têm papel fundamental no enfrentamento da pandemia. Ser um serviço ágil, seguro e com bom atendimento é condição para atender ao mercado, que exige cumprir as demandas da maior crise sanitária que o Brasil já enfrentou.

Quem conta sobre as formas de manter-se com uma das melhores avaliações de clientes é o farmacêutico e gestor Carlos Nyander Theiss, que trabalha no ramo há 15 anos.

A história de Nyander começou em Santo Amaro da Imperatriz, quando ainda em sociedade, assumiu as demandas do Hospital São Francisco de Assis. Durante 10 anos, com estes sócios, a empresa avançou.

Em 2016, a empresa possuía duas filiais, em São Pedro de Alcântara e Águas Mornas. Nesse momento, Nyander adquiriu o restante da empresa e tornou-se o único proprietário. Hoje, o LabVital é uma nova marca e tem filiais em Águas Mornas, Palhoça e a mais recente, no centro de Florianópolis.

Para Nyander, a qualidade do serviço atualmente tem a ver com o seu perfil. Quando assumiu, o empreendedor foi estudar gestão de empresas e gestão técnica, e relata que desde então, tudo vem crescendo muito rapidamente. Claro, a pandemia avançou, as equipes precisaram atender e o negócio precisou crescer.

‘As pessoas já vinham buscando mais saúde’

“Precisei estudar, porque nem todo o farmacêutico é necessariamente um bom dono de laboratório, então vi a necessidade desta qualificação como único proprietário”, conta Theiss. Ele pensava no cliente, em questão estrutural, retorno, agilidade, conveniência.

Mas, mesmo antes da pandemia, já se preparava para um crescimento, visualizando que o mundo necessitaria de estrutura para mais movimentações na saúde e qualidade de vida, com aumento da demanda de exames, visando cada vez mais a prevenção. Então, a pandemia chegou e o LabVital estava preparado.

“Hoje, já não trabalho mais na parte técnica, estamos com 28 funcionários nas unidades e nesses últimos 14 meses, mais do que dobrou, inclusive o faturamento. Um marco importante foi a nova sede em Santo Amaro da Imperatriz, que está completando um ano. Então, para o enfrentamento da pandemia foi muito significativo, porque conseguimos atender toda a demanda do município, em virtude do tamanho da nova estrutura”, disse o empreendedor.

Não prevíamos a pandemia, mas tivemos visão de futuro

Recepção com experiência e preparo para atender um público que aumentou – Foto: Divulgação/LabVitalRecepção com experiência e preparo para atender um público que aumentou – Foto: Divulgação/LabVital

Temos um crescimento relativo muito grande, triplicamos o tamanho da nossa unidade e assim, estamos conseguindo atender à demanda.

“Não prevíamos a pandemia, mas tivemos a visão de futuro, de uma necessidade de estruturar o laboratório para um crescimento, principalmente em função das demandas de prevenção em doenças crônicas, que tem sido o foco da Medicina Preventiva”, lembra Nyander.

“Percebi que as pessoas estavam mais sedentas por saúde, praticando mais atividades físicas, indo a academias e isso aumentou de uns anos para cá. Ficou muito evidente, mais fácil, com tecnologia, dispositivos que dão indicadores de saúde e as coisas ficaram mais acessíveis. Esses eram sinais de que os laboratórios deveriam avançar”, comenta.

Diferencial está no atendimento

Laboratório investe em boas agulhas e equipamentos para o conforto do paciente – Foto: Divulgação/ LabVitalLaboratório investe em boas agulhas e equipamentos para o conforto do paciente – Foto: Divulgação/ LabVital

“Hoje, a qualidade analítica dos processos em laboratórios é algo básico, não é mais um diferencial. Todos têm que ter, senão está fora do mercado. O fácil acesso a equipamentos de última geração e a facilidade de acesso e logística à grandes laboratórios parceiros, torna o processo bastante padronizado e controlado, a tecnologia auxilia muito nesse domínio e controle dos resultados”, explica o proprietário do LabVital.

Diante desse padrão de qualidade analítico, o diferencial está no atendimento. O serviço como um todo. O exame é dividido em três fases:  pré-analítica, a analítica e a pós-analítica. A fase Analítica inicia quando o equipamento encosta na amostra, onde o equipamento faz a dosagem e dá o resultado. A tecnologia nivelou bastante essa fase, mas ainda depende muito do padrão de qualidade de cada laboratório.

“A parte mais importante é antes da análise, onde ocorre a maior parte das intercorrências, que é fazer um bom atendimento ao paciente, uma orientação correta, acolhimento com boas condições de recepção, fornecer o que ele precisa, dar o conforto, com uma boa linguagem da captação desse paciente, preparo da amostra, acondicionamento e transporte até a análise. É a parte mais complexa”, avalia Nyander.

Pessoas experientes para a coleta

Nyander conta que no LabVital há um recrutamento bem definido com treinamento, pessoas muito experientes na coleta. “Para mim, a parte que mais impacta no paciente, é a coleta da amostra, é onde a agulha entra, onde pode causar algum desconforto. É quando conectamos no paciente e dali vamos tirar a amostra para os exames”, observa.

“Então, para este momento, investimos trabalhando sempre com a melhor agulha do mercado, porque desliza melhor e tem mais fio; o melhor tubo, tem que haver investimento nesta parte pré-analítica. Temos técnicas de coleta para diminuir a dor, equipamentos para visualização de veias, pessoas experientes em coleta com crianças, ambiente lúdico, entre outros cuidados”, diz o gestor.

Cuidados com casos de Covid-19

A recepção no LabVital em Santo Amaro é grande, e há espaço generoso para alocar as pessoas. A estrutura física é adequada para atender pacientes de Covid-19, ao ar livre e coberta. É feita uma triagem com atendimento digital robotizado e presencialmente sempre um há um Farmacêutico para a abordagem inicial para casos suspeitos da doença.

Aí se faz a triagem e entrevista para ver qual o melhor teste a ser indicado. E há uma tenda na frente do laboratório para a coleta. O paciente com suspeita aguarda na parte externa do laboratório, cumprindo com as recomendações das autoridades sanitárias.

O LabVital também faz coletas nos carros, garantindo a segurança dos pacientes. Segundo Nyander, os períodos de março, julho e novembro de 2020 foram os mais difíceis para atender às demandas de Covid-19.

“De 15 de fevereiro a 15 de março também tivemos grande demanda por testes, mas em 2020 estava mais difícil pela questão emocional das pessoas, que ainda não tinham muitas informações sobre a doença”, relata o gestor.

Atenção e cuidados depois do resultado

Quanto ao período pós-analítico dos exames, o LabVital também tem um diferencial, porque faz contatos com o paciente,em casos de cuidados necessários.

“Entramos em contato quando há resultados críticos, quando achamos que há necessidade de informar, fazemos o retorno todo o dia. Um trabalho humanizado na entrega. Às vezes a pessoa está correndo risco e nem sabe. Já tivemos episódios de risco de morte e fazemos isso para realmente fazer a diferença na vida das pessoas”, afirma Nyander.

“Nosso propósito é sempre atingir a satisfação do cliente, oferecer mais do que ele espera e fazer a diferença na vida dele. O resultado é um número. As pessoas querem um contato, saber mais, algo mais humanizado. Recebemos muito retorno, muitas vezes eles nem esperam, mas nós ligamos e damos uma atenção especial ao cliente. As pessoas sentem que tem alguém cuidando delas”, conta o farmacêutico Carlos Nyander Theiss, proprietário dos laboratórios LabVital.

Saiba mais:

  • Informações e orçamentos: +55 48 99161-3657 no WhatsApp
  • Sobre testes da Covid-19
  • Atendimentos de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h na Matriz.
  • Agende seus exames AQUI.

+

Saúde Mais