‘Um milagre’: Família de menino que caiu de gorila do Beto Carrero conta sobre adaptação

Menino Enzo saiu do hospital vestido de super-herói e segue com acompanhamento médico em casa após cair de atração do Parque Beto Carrero

Quase uma semana depois de ter alta do hospital Pequeno Anjo em Itajaí, a família do menino Enzo, de 6 anos de idade, que ficou em estado grave ao cair de estátua de Gorila do parque Beto Carrero World em Penha, contou ao ND+ como está a fase de adaptação da família após o acidente.

Luana, mãe de Enzo, destacou que o maior sentimento é o de gratidão. “Ele está super bem. Estamos felizes e gratos por todas as orações. Todos os dias apenas agradecemos por ele estar lindo, forte e feliz ao nosso lado”, disse Luana.

Enzo saiu do hospital vestido de super-herói e recebeu o carinho da equipe médica e de pessoas que acompanharam a evolução médica do menino.

Enzo ficou pouco mais de 10 dias na UTI do Hospital Pequeno Anjo em Itajaí - Arquivo Pessoal/ND
1 3
Enzo ficou pouco mais de 10 dias na UTI do Hospital Pequeno Anjo em Itajaí - Arquivo Pessoal/ND
Menino saiu vestido de super-herói do Hospital - Arquivo Pessoal/ND
2 3
Menino saiu vestido de super-herói do Hospital - Arquivo Pessoal/ND
Família do menino se diz agradecida pela recuperação - Arquivo Pessoal/ND
3 3
Família do menino se diz agradecida pela recuperação - Arquivo Pessoal/ND

Apesar de se recuperar rapidamente de forma positiva, Enzo ainda segue acompanhamento médico de perto. “Continuamos em acompanhamento médico para monitoramento. Porém está super bem e cada dia melhor”, disse Luana.

No último dia 19 de junho, Enzo e a família estavam no Parque Beto Carrero comemorando o aniversário do menino que sonhava em conhecer o Parque.

Chovia em Penha no momento do acidente e o menino, ao subir em uma estátua de Gorila do Parque, escorregou e acabou sofrendo traumatismo craniano e fraturou a clavícula.

A estátua sempre é cercada de muitas pessoas costumam subir para tirar fotos. “Foi um milagre e um presente de Deus”, disse Luana ao lembrar do acidente.

O acidente

Enzo e os pais passeavam no Parque Beto Carrero World, em Penha, quando o pequeno escorregou de uma estátua e sofreu traumatismo craniano no sábado (19) – a reportagem não identifica o sobrenome a pedido dos familiares.

A família é de Curitiba (PR) e visitou o parque como presente de aniversário, a pedido da criança.

Criança caiu de estátua de gorila que tem aproximadamente 4 metros – Foto: Reprodução/NDCriança caiu de estátua de gorila que tem aproximadamente 4 metros – Foto: Reprodução/ND

Em nota, o Parque Beto Carrero World  afirmou que está prestando apoio à família e que o ocorrido foi uma fatalidade.

“Nosso pequeno visitante caiu ao subir para a foto no Gorila, durante seu passeio, porém foi imediatamente assistido pelo time do Beto Carrero e encaminhado para o Pronto Atendimento mais próximo, ficando sob os cuidados médicos. Seguimos em contato com a família. Em breve tudo ficará bem”, diz o documento.

Sonho em visitar o Parque

visita ao parque era um sonho para o pequeno Enzo, que pediu de presente de aniversário um dia no Parque. O menino mora em Curitiba (PR), e a família arrecadou dinheiro para realizar o sonho do pequeno.

Nas redes sociais, a comoção pelo acidente é grande e familiares do menino se manifestaram contando o esforço da família para realizar o desejo de aniversário do pequeno.

Evento foi cancelado na última – Foto: Beto Carrero/DivulgaçãoEvento foi cancelado na última – Foto: Beto Carrero/Divulgação

Em nota, os advogados da família afirmaram que “Enzo estava ansioso para viver seu dia de magia. Seus pais, com muito sacrifício, conseguiram transformar em realidade este evento tão sonhado e que, devido ao acidente, se tornou em pesadelo”.

Polícia investiga possíveis negligências

A polícia investiga possíveis negligências após a queda de Enzo, de 6 anos, de uma estátua de gorila no Parque Beto Carrero World, em Penha. Com o registro do boletim de ocorrência, o ND+ falou com exclusividade com o delegado responsável pelo caso, Rodolfo Farah.

“As pessoas estão querendo antecipar uma situação, colocando uma culpa no parque que não existe. O parque é um local de atrações e o que aconteceu ali, aparentemente, foi uma fatalidade”, disse.

Farah reforça a apuração da postura dos pais e do parque em todo o contexto do acidente. “Agora, nós vamos analisar as informações para ver se realmente foi uma fatalidade, ou se houve falhas que ocasionaram esse acidente. Uma falha que pode inclusive ser dos pais da criança, não é só o parque que pode acabar sendo responsabilizado pela questão. Os pais da criança também podem”, conclui.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...