UTI de SC tem ocupação de 67% e um hospital está lotado

Somente unidade de Curitibanos está lotada, mudando o panorama de duas ou mais unidades lotadas do começo da semana

Os dados do boletim epidemiológico desta quinta-feira (10), apontam que 67% dos 1.537 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de Santa Catarina estão ocupados.

Destes, 402 estão em uso por pacientes da Covid-19 e 635 por pacientes com outras enfermidades, deixando 500 leitos disponíveis.

Ocupação caiu dois pontos percentuais nas últimas 24h – Foto: Divulgação/Israel Costa/PMI/ND

Agora, somente o Hospital Hélio Anjos Ortiz, em Curitibanos, segue com lotação máxima, sem nenhum leito de UTI livre. Outros sete hospitais tem lotação igual ou maior a 90%. Com isso, o panorama de hospitais superlotados mudou.

Em termos regionais, somente o Norte do Estado, onde fica o epicentro, Joinville, teve uma baixa na ocupação,e agora fica com 79% de ocupação, ainda que seja a maior do Estado.

Ocupação de leitos de UTI por região de SC- Foto: Divulgação/Governo do Estado de Santa Catarina/ND

Dos 402 internados pela Covid-19, 397 são suspeitos e 5 casos foram confirmados. Destes, 210 estão com quadro mais grave, necessitando de ventilação mecânica.

Na rede privada, não contemplada nos dados descritos até aqui, são 76 internados com suspeita da Covid-19  e 6 casos confirmados, totalizando 82 internados, sendo que 47 estão em ventilação mecânica.

SC tem alta de 1,1 mil casos

Santa Catarina teve 1.194 casos da Covid-19 confirmados nas últimas 24h, totalizando 194.176 desde o início da pandemia, em março, sendo que são 183.690 recuperados.

Também foram incluídas 23 mortes, totalizando 2.483. Isso deixa a taxa de letalidade no Estado em 1,28%, enquanto a incidência é de 2.710 casos a cada 100 mil habitantes.

Todas as 295 cidades tem ao menos um caso confirmado, e 217 delas tiveram mortes pelo vírus. O epicentro ainda é Joinville, com 19.087 confirmações até então, além das 295 mortes.

+

Saúde