Vacinação da Covid-19 avança entre os trabalhadores da saúde

A fonoaudióloga Stephannie Costa Mass, de Florianópolis, e a técnica em enfermagem Mariana Dias, de Angelina, estão vacinadas contra a Covid-19

De forma gradativa, as cidades de SC contabilizam seus primeiros vacinados contra a Covid-19. Nesta sexta-feira (22), a Prefeitura de Florianópolis lançou o Vacinômetro, justamente para mostrar quantas pessoas foram vacinadas na Capital. Assim, mais gente se integra ao time dos imunizados, onde está a fonoaudióloga Stephannie Mass.

Stephannie Mass está imunizada contra a Covid-19A fonoaudióloga Stephannie Mass, da UTI do Hospital Baía Sul, recebe a vacina contra a Covid-19 – Foto: Divulgação/ND

Ela tomou a primeira dose da vacina na quinta-feira (22) no Hospital Baía Sul, onde atua na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e vai receber a segunda dose em cerca de três semanas.

Um dia depois de ser vacinada, o sentimento dela é de esperança e de que dias melhores estão por vir.

“Sinto emoção ao lembrar de 2020 e tudo que vivemos. Foi um ano de muita força e fé, tivemos muito suporte aqui do hospital e entre as equipes multidisciplinares, todos sempre com muita garra para que o paciente tivesse uma recuperação plena, sempre que possível”, garante Stephannie.

Quem também está mais feliz depois de receber a primeira dose da vacina, neste caso em Angelina, na Grande Florianópolis, é a técnica de enfermagem Mariana Dias.

Ela tomou a primeira dose da vacina no dia 20 e foi imunizada com uma das 40 doses que o município de Angelina recebeu.

Mariana Dias recebendo dose da vacina contra Covid-19Mariana Dias é técnica de enfermagem em um hospital de Angelina; ela estava com receio de receber a vacina, mas mudou de ideia – Foto: Divulgação/ND

“De início, não estava de acordo com tomar a vacina neste primeiro momento. Estava insegura com a rapidez e possíveis efeitos colaterais, mas pensando nos efeitos colaterais que a Covid poderia me trazer, optei por tomar a vacina e me proteger, principalmente por estar exposta diariamente na urgência e emergência”, conta Mariana.

Técnica de enfermagem do Hospital Nossa Senhora da Conceição, ela disse que ainda há um longo caminho pela frente, mas se sente privilegiada por ser umas das primeiras a tomar a vacina.

Mariana e seus familiares não contraíram a doença. No caso de Stephannie foi um pouco diferente. Ela também não contraiu o vírus, mas os familiares, sim.

Familiares de Stephannie Mass contraíram a Covid-19, mas estão bemStephannie Mass, uma das primeiras pessoas e receber a dose de vacina contra Covid-19 – Foto: Divulgação/ND

“Graças a Deus todos da minha família se recuperaram. Por conta do Hospital, acompanhei muitos pacientes que foram à óbito e outros que ficaram com sequelas, precisando de um tempo maior de reabilitação”, lembra Stephannie.

Como vai funcionar o Vacinômetro

A plataforma Vacinômetro é vinculada ao site Covidômetro, que reúne outros dados sobre o novo coronavírus. As informações do vacinômetro serão agrupadas por doses aplicadas, pessoas vacinadas e pessoas com esquema completo de segunda dose.

O objetivo da Prefeitura com o site, que será atualizado uma ou duas vezes ao dia é trazer transparência de dados quanto aos imunizantes e facilitar o acesso à informação da população.

Atualmente, a vacina está sendo aplicadas em trabalhadores da saúde que atuam UTIs, emergências, idosos acolhidos em instituições de longa permanência com mais de 60 anos. E idosos que têm mais de 75 anos.

Como está a vacinação em Florianópolis

Até o momento, 2.930 pessoas receberam a primeira dose da vacina contra o coronavírus na Capital, desde a aprovação de uso emergencial pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no último domingo (17).

Somente nesta sexta-feira, 225 pessoas receberam a primeira dose da CoronaVac, a vacina do Instituto Butantan. A informação está no próprio Vacinômetro.

No início da semana, a prefeitura informou o plano de vacinação para a cidade. Os três grupos beneficiados pela vacina na primeira fase somam um universo de 43.815 pessoas.

A prefeitura ainda precisa receber mais doses para imunizar todos na primeira fase. Quando as próximas doses chegarem do Ministério da Saúde, a vacinação na Capital seguirá avançando.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde