Vacinação de profissionais do transporte público contra Covid-19 é iniciada em SC

Com doses distribuídas, Secretário de Saúde, André Motta Ribeiro, afirma que agora a imunização deste grupo depende das prefeituras

As doses para a imunização contra Covid-19 dos profissionais do transporte público já foram distribuídas aos municípios catarinenses e alguns deles já inciaram a vacinação nesta sexta-feira (4). É o caso de São José, na Grande Florianópolis.

Vacinação de trabalhadores de transporte público tem início no Estado – Foto: Anderson Coelho/Arquivo/NDVacinação de trabalhadores de transporte público tem início no Estado – Foto: Anderson Coelho/Arquivo/ND

Segundo o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, cada município tem autonomia para decidir quando iniciar a imunização.

“A vacinação pode começar imediatamente, a depender do gestor local”, afirmou, nesta quinta-feira (3). Segundo a Dive (Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina), a estimativa populacional deste público no Estado é de 17.961 trabalhadores.

Os profissionais do setor de transportes foram incluídos no grupo prioritário da vacina pelo governo federal em janeiro deste ano. De acordo com uma nota do Ministério da Infraestrutura, entram nesta categoria trabalhadores em transportes terrestres, aéreo, ferroviário e aquaviário.

Segundo os dados do governo estadual, foram 274.143 doses aplicadas entre 26 de maio e 2 de junho, com uma média diária de 39.163. Até esta sexta, 10,32% da população catarinense foi imunizada com a 2ª dose.

Confira a quantidade de doses distribuídas para vacinar trabalhadores de transporte:

As doses da AstraZeneca e Pfizer foram distribuídas considerando as informações da RAIS (Relação Anual de Informações Sociais), de 2019.

  • 15.755 para atender os trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros;
  • 453 doses para atender os trabalhadores do transporte metroviário e ferroviário;
  • 32 doses para atender os trabalhadores do transporte aquaviário;
  • 33.749 doses para atender os caminhoneiros (conforme estimativa da população vacinada na campanha de influenza de 2020)

Conforme a Dive, além da apresentação de documento com foto, CPF ou Cartão SUS, as pessoas devem comprovar o vínculo com a atividade elencada.

Cada municipio especifica quais documentos são aceitos, então é recomendado entrar em contato com as secretarias municipais ou acessar os sites das prefeituras.

Vacinação na Grande Florianópolis

São José

Em São José, a imunização de e trabalhadores do transporte coletivo, aquaviário, caminhoneiros inicia nesta sexta-feira (4). No município, há 1.139 caminhoneiros e 169 trabalhadores de transporte coletivo e rodoviário.

Além desse grupo, também são vacinados moradores com 59 anos e trabalhadores da limpeza urbana. As pessoas com 58 anos serão vacinadas a partir de sábado (5).

Florianópolis

André Motta Ribeiro foi questionado, em sua conta no Twitter, sobre a imunização para os trabalhadores de transporte público. O internauta comentou “obrigado pela informação, pena que o gestor do meu município, o senhor Gean Loureiro, não dá nenhuma informação a respeito dos profissionais do transporte”.

A Secretaria de Saúde da Capital informou nesta sexta que a imunização deve ser iniciada na próxima semana. Haverá uma reunião ainda nesta sexta à tarde para definir a logística. São 161 caminhoneiros e 4.695 profissionais de transporte a serem vacinados.

Biguaçu

O município conta com 93 caminhoneiros e 14 trabalhadores de transporte coletivo. Procurada na manhã desta sexta, a assessoria da prefeitura não retornou até o fechamento da matéria.

Palhoça

A cidade tem 696 trabalhadores de transporte coletivo e 742 caminhoneiros aptos a receberem a vacina contra Covid-19. A assessoria do município não respondeu à reportagem até a publicação.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde