Vacinas contra a Covid-19 para crianças já têm hora para chegar em SC

Primeira remessa da vacina destinada às crianças vai desembarcar em Florianópolis na manhã desta sexta-feira; Dive ainda não confirma a distribuição às regiões do Estado

Santa Catarina deve receber seu primeiro lote de vacinas para as crianças no começo da manhã desta sexta-feira (14), em Florianópolis. Os imunizantes da Pfizer chegaram ao Brasil na madrugada desta quinta e já estão em processo de distribuição.

Ao todo, o primeiro lote contém mais de 1,2 milhão de imunizantes para crianças entre 5 e 11 anos.

Santa Catarina receberá a primeira remessa de doses pediátricas na manhã desta sexta-feira, por volta das 8h. O Ministério da Saúde enviou 39.800 doses da vacina. A liberação da vacina pelo órgão federal deverá ocorrer durante a tarde.

Crianças com idade entre 5 e 12 anos começam a ser vacinadas em breve – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil/Divulgação/NDCrianças com idade entre 5 e 12 anos começam a ser vacinadas em breve – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil/Divulgação/ND

Em contato com a Dive (Diretoria de Vigilância Epidemiológica) de Santa Catarina, não há confirmação do horário em que as doses serão repassadas as regiões do Estado.

Ao todo, 642,8 mil crianças catarinenses aguardam a imunização. Até o início da próxima semana, as entregas do primeiro lote de 1,2 milhão de doses, que chegou na madrugada desta quinta (13) ao Brasil, devem estar concluídas.

Vacinas inspecionadas

Segundo o Ministério da Saúde, as vacinas serão inspecionadas pelo INCQS (Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde) antes de seguir para estados e municípios. Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou o uso da vacina Pfizer para a população entre 5 e 11 anos em 16 de dezembro de 2021.

O Brasil deve receber 4,3 milhões de doses da vacina para crianças neste mês.

Na última segunda-feira (10), o ministro Marcelo Queiroga anunciou a antecipação de 600 mil doses desse total. O governo informou que a Pfizer deve entregar mais 7,2 milhões de doses em fevereiro e 8,4 milhões em março.

Não obrigatório

A imunização de crianças não será obrigatória no Brasil, diferentemente de todas as outras imunizações infantis previstas pelo PNI (Programa Nacional de Imunização). Caberá aos pais ou responsáveis dar o aval para a aplicação. O intervalo entre uma aplicação e a outra será de oito semanas.

A dose da vacina que será aplicada nas crianças equivale a um terço da usada nos adultos. O imunizante poderá ser armazenado por dez semanas a uma temperatura de 2°C a 8°C. A vacina aplicada em pessoas acima de 12 anos pode ser guardada por quatro semanas após o descongelamento. O frasco do imunizante infantil é de cor laranja, enquanto o de adultos é roxo.

*com informações do Portal R7

+

Saúde

Loading...