Altair Magagnin

altair.magagnin@ndmais.com.br Não é só sobre política. É sobre o impacto das decisões públicas na tua vida. Jornalista profissional com experiência multimídia, acompanha os bastidores do poder e traz análises e notícias exclusivas. Siga @altamagagnin nas redes.


Veja live de Bolsonaro sobre relação de vacina contra Covid-19 e Aids; leia reação à fala

Em trecho da transmissão, que foi tirada do ar pelo Facebook e Instagram, Bolsonaro cita estudo do Reino Unido que vincularia vacina contra Covid-19 como causa para acelerar a Aids; o que é fake news

A live em que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que a vacina contra a Covid-19 causa Aids repercute de forma negativa entre autoridades científicas.

Na transmissão ao vivo, Bolsonaro citou um estudo do Reino Unido dando conta de que pessoas que tomaram as duas doses da vacina contra o coronavírus estavam desenvolvendo a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida “muito mais rápido do que o previsto”. A live foi tirada do ar pelo Facebook e pelo Instagram.

O blog procurou a Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina, que informou que não irá se manifestar sobre o assunto.

Assista o trecho da live em que Bolsonaro faz relação entre vacina da covid e o vírus da Aids.

Trecho da live em que o presidente Jair Bolsonaro fala sobre estudo do Reino Unido que comprovaria que a vacina contra a covid causa Aids; informação é fake news – Vídeo: Reprodução/ND

Veja a repercussão de especialistas ouvidos pela Agência de Notícias Aids.

“Nenhuma vacina causa a Aids. Todas as pessoas vivendo com HIV devem receber as vacinas contra a covid em seu esquema completo, inclusive com a terceira dose. Estamos conseguindo diminuir o número de casos, internações e óbitos graças à ampliação do número de vacinados em nosso país.” Maria Clara Gianna, coordenadora-adjunta do Programa Estadual DST/Aids de São Paulo

“Seria bom o Ministério da Saúde se manifestar, afinal, esse é o tipo de informação que prejudica a saúde dos brasileiros. De um país que foi referência e exemplo bem sucedido de luta contra Aids, nosso país vai se tornando uma referência de brutalidade nas questões de saúde, incluindo a Aids.” Veriano Terto, vice-presidente da Associação Brasileira Interdisciplinar de Aids

“Bolsonaro, pela milésima vez, presta um desserviço à população brasileira, da qual deveria cuidar. É muito preocupante esta postura que, ao mesmo tempo, joga contra a vacinação e arraiga o preconceito contra as pessoas infectadas pelo HIV.” Robinson Camargo, coordenador de assistência da Coordenadoria de IST/Aids de São Paulo

Loading...