VÍDEO: filha flagra enfermeira fingindo injetar vacina em idosa de 88 anos

Caso aconteceu em Goiânia, nesta quarta-feira (10), no início da vacinação de idosos acima de 85 anos contra a Covid-19 na cidade

Uma enfermeira de Goiânia, em Goiás, foi afastada depois de ser flagrada fingindo aplicar a primeira dose da vacina contra a Covid-19 em uma mulher de 88 anos. Quem percebeu a fraude foi a filha da idosa, que filmava a aplicação. No fim de janeiro, inclusive, uma situação parecida aconteceu em Maceió.

Mulher suspeitou que a mãe não foi vacinada ao ver seringa cheia após ter sido injetadaMulher suspeitou que a mãe não foi vacinada ao ver seringa cheia após ter sido injetada – Foto: Youtube/Reprodução/ND

Além da rapidez, a filha – a aposentada Luciana Maria Jordão, de 57 anos – percebeu que o líquido da vacina continua na seringa após a agulha ter sido injetada. A vacinação de idosos acima de 85 anos contra a Covid-19 começou nesta quarta-feira (10) em Goiânia.

Luciana diz ter questionado a enfermeira na hora. A princípio, a profissional de saúde desconversou, mas, em seguida, reconheceu o erro, pediu desculpas e injetou novamente a seringa na idosa Floramy de Oliveira Jordão, sob os olhares atentos da filha, que fez questão de certificar que a mãe, enfim, havia sido vacinada.

Tudo aconteceu por volta das 10h30 desta quarta, na área 1 do campus da PUC-GO (Pontifícia Universidade Católica de Goiás), que é um dos nove pontos de vacinação espalhados pela cidade e que atraiu o maior público de idosos neste primeiro dia de vacinação. A imunização de pessoas acima de 85 anos segue até esta sexta-feira (12).

Em um vídeo de alerta enviado para a TV Anhanguera/G1, Luciana relatou como tudo ocorreu. Ela desceu do carro, na hora em que a mãe seria vacinada, e disse para a enfermeira que iria fotografar o momento tão aguardado para mostrar para os netos.

“Ela simplesmente enfiou a agulha na minha mãe, tirou e ficou com a seringa para cima. Eu falei: ‘Uai, foi muito rápido’. No que eu olhei para cima, o líquido estava todinho na seringa. Ela não injetou a vacina na minha mãe. Aí eu falei com ela: ‘Olha, o líquido está todinho aí. Você não vacinou minha mãe’”, relata.

Veja o vídeo:

A enfermeira teria dito que vacinou, sim, e ao ser indagada novamente, ela alegou que tinha se esquecido de injetar. Na segunda vez, Luciana ficou atenta: “Fiquei prestando atenção e aí, realmente, ela vacinou”, conta. O vídeo feito por ela mostra como ocorreu a primeira aplicação.

A enfermeira chega a pedir que dona Floremy olhe para o outro lado. “Vira o rostinho para lá. É por causa da agulha, na hora que eu puxo, se soltar…”, diz ela.

Enfermeira foi afastada

A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia, em nota, anunciou que a enfermeira envolvida no caso foi identificada e afastada da função. Ela não participará mais da campanha de vacinação. Além disso, um processo administrativo foi instaurado para apurar as circunstâncias do ocorrido e tomar as medidas cabíveis.

Campanha de imunização de pessoas de 85 anos ou mais foi iniciada em Goiânia nesta quarta (10)Campanha de imunização de pessoas de 85 anos ou mais foi iniciada em Goiânia nesta quarta (10) – Foto: Vinícius Schmidt/Metrópoles/Divulgação/ND

“A SMS não admite qualquer tipo de irregularidade e esclarece ainda que todo o processo de vacinação em Goiânia segue um rigoroso protocolo sanitário e de logística, que é cumprido à risca em todas as fases pelos profissionais envolvidos”, reforça o texto da nota.

A vacinação de idosos teve início nessa terça-feira (9), com a imunização de pessoas acima de 60 anos que vivem acamadas em casa e, nesta quarta-feira, com o atendimento de idosos acima de 85 anos. Segundo o balanço da SMS, só nesta quarta, 4.303 pessoas receberam a primeira dose da Coronavac em Goiânia.

+

Saúde