VÍDEO: SC registra aglomerações em festa com 3,5 mil pessoas em meio à alta de casos de Covid

Evento ocorreu neste sábado (15) com desrespeitos às regras sanitárias, segundo a polícia; Estado registra explosão de casos desde o início de 2022

Em meio à explosão de casos de Covid-19 e ao aumento da transmissibilidade da doença, um evento com cerca de 3,5 mil pessoas em Balneário Rincão, no Sul catarinense, registrou aglomerações neste sábado (15).

Festa “Filezão” reuniu 3,5 mil pessoas e provocou aglomerações – Foto: Divulgação/NDFesta “Filezão” reuniu 3,5 mil pessoas e provocou aglomerações – Foto: Divulgação/ND

Segundo a Polícia Militar, as pessoas não usavam máscaras, não havia álcool em gel para higienização das mãos tanto no local de alimentação quanto no bar. Vários locais da festa “Filezão” também tinham filas e aglomerações.

Em nota, a FLZ Eventos LTDA, empresa responsável pela organização do evento, informou que seguiram as regras sanitárias, como a exigência do uso da máscara e a entrada de pessoas com comprovante de vacinação completo contra a Covid-19 ou, ainda, o teste negativo.

No entanto, afirma que considera a notificação “equivocada” porque é uma festa de comida e bebidas liberadas, “onde as pessoas comem e bebem praticamente a todo momento, impossibilitando o uso das máscaras durante o tempo todo”. A íntegra da nota está no fim deste texto.

Festa em Balneário Rincão registrou aglomerações no fim de semana – Vídeo: Divulgação/ND

“Claramente não estava sendo respeitado o distanciamento social recomendado pelas autoridades sanitárias”, informou a polícia.

Além disso,  o placar eletrônico instantâneo que deveria marcar a capacidade total e lotação do evento, conforme o plano de contingência, não estava fixado. Apesar disso, a capacidade máxima do local de 5 mil pessoas foi respeitada, já que estavam na festa cerca de 3,5 mil.

Polícia Militar foi acionada após denúncias de desrespeito às regras sanitárias neste sábado (15) – Vídeo: Divulgação/ND

O Ministério Público da comarca de Içara verificará que tipo de multa ou sanção irá aplicar aos organizadores.

Avanço da Ômicron

Os casos de Covid-19 em Santa Catarina cresceram 230% na primeira semana de 2022. O número de pessoas contaminadas passou de 623 por dia para 1.889 em relação à semana anterior.

Assim, foi registrado um aumento de 3,1 vezes do número de notificações de casos. Os dados estão no primeiro informe do ano do Necat (Núcleo de Estudos de Economia Catarinense) da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina).

Segundo o último mapa de risco da Covid-19 divulgado no sábado pelo governo estadual, 15 das 17 regiões estão em nível gravíssimo para a transmissibilidade da doença. No geral, 15 regiões estão com risco alto para a doença. Na semana passada, apenas duas regiões apresentavam altos riscos.

Posiciomaneto da FLZ Eventos LTDA

Nós da FLZ Eventos LTDA, responsável pela organização do Filezão, queremos deixar claro por meio desta nota que os eventos em nossa região estão liberados para a realização por uma norma estadual. Liberados estes seguindo o decreto ‘evento seguro’ o qual cumprimos de forma integral seus requisitos: exigimos o uso de máscara facial para todos que entraram no local, aferimos a temperatura de todos os participantes tão como higienização com álcool gel e também só permitimos a entrada no evento as pessoas que apresentassem a comprovação de que haviam tomado as duas doses da vacina ou o exame negativado. Fomos notificados de forma equivocada pelo motivo de que participantes do evento não estariam utilizando as máscaras faciais dentro da festa. Sabemos que é uma festa de comida e bebida liberadas, onde as pessoas comem e bebem praticamente a todo momento assim impossibilitando o uso das máscaras durante o tempo todo dentro da festa.

+

Saúde

Loading...