Vítimas da Covid-19, três pacientes recebem alta em SC e voltam para Manaus

André Chaves, 40 anos, e Ana Assunção, 45, embarcam na noite de quarta-feira (10). Ruth Vieira de Araújo segue nesta quinta (11)

Dos 11 pacientes de Manaus (AM) internados em Santa Catarina, vítimas da Covid-19, três receberam alta nesta semana do Hospital Nereu Ramos, em Florianópolis. André Carlos Chaves, 40 anos, e Ana Simone Assunção, 45, embarcam na noite de quarta-feira (10) com o sentimento de alívio por finalmente poder reencontrar os familiares. Nesta quinta-feira (11), Ruth Vieira de Araújo embarca para o Amazonas em voo custeado pelo Ministério da Saúde. Outros oito pacientes seguem internados no Estado, incluindo um na UTI do Nereu Ramos.

Vítimas da Covid-19 internados em SC voltam para Manaus – Foto: SES/Divulgação/NDVítimas da Covid-19 internados em SC voltam para Manaus – Foto: SES/Divulgação/ND

O grupo chegou a Florianópolis no dia 31 de janeiro, em jato executivo da FAB (Força Aérea Brasileira). Por conta da grave crise enfrentada no estado amazonense, com o sistema de saúde colapsado e falta de insumos para o tratamento da Covid-19. Com a esposa e a filha diagnosticadas com a Covid-19, André Carlos voltou recuperado para prestar auxílio à família. “Fomos muito bem tratados aqui em Santa Catarina. Creio que esse atendimento foi fundamental para a nossa recuperação. Agora é minha vez de cuidar delas”, anotou.

Mãe de um adolescente de 13 anos e de uma menina de cinco, Ana Simone disse que ganhou uma nova oportunidade na vida. “Chegamos aqui muito debilitados, numa situação de muito medo. Ganhei aqui uma nova chance para viver. Esse tratamento e principalmente o carinho, foram coisas que nunca vi. Sou grata por ter encontrado os profissionais do Hospital Nereu Ramos em meu caminho. Se não fosse por eles e por Deus, eu não estaria curada. Vou matar a saudade. Volto para casa bem, feliz, curada e acima de tudo, podendo respirar”, comemorou.

A ação humanitária criada para atender aos pacientes de Manaus foi deflagrada no final de janeiro. De acordo com o secretário da Saúde, André Motta Ribeiro, a ajuda foi possível pelo incremento da oferta de leitos de UTI para o tratamento da Covid-19 em mais de 100%.  “O resultado de todo esse trabalho e esforço coletivo é o que nos permite, neste momento, estender a mão para apoiar quem está passando por sérias dificuldades causadas por esta grave crise sanitária”.

A terceira paciente a receber alta, Ruth Vieira de Araújo, embarca nesta quinta (11), mas antes revelou do medo que sentiu ao ser transferida por milhares de quilômetros da sua casa. “Nunca me senti tão amada, tão acarinhada, tão querida por pessoas que sequer me conheciam. Isso foi um atendimento vip! O hospital não é referência só em tratamento de doenças contagiosas. É referência em atenção ao ser humano. Nunca pensei em vir a Florianópolis, mas vou voltar de turistona”, disse aliviada.

O superintendente do Ministério da Saúde em Santa Catarina, Rogério Ribeiro, responsável pela emissão das passagens de retorno, destacou o trabalho de excelência dos profissionais de saúde no Estado.

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde