Waldemar Hostert, do restaurante Chef Waldemar, morre de Covid-19 em Blumenau

Ele tinha 85 anos e estava internado na UTI do Hospital Santa Catarina desde o dia 23 de julho

Waldemar Hostert, do conceituado restaurante Chef Waldemar, é uma das 60 vítimas da Covid-19 em Blumenau. O criador de muitas das receitas que tornaram o estabelecimento reconhecido no Estado faleceu no domingo (2). Ele tinha 85 anos e estava internado há 11 dias na UTI do Hospital Santa Catarina.

Waldemar Hostert morreu aos 85 anos – Foto: Reprodução/Redes Sociais/ND

“Seu Waldemar”, como era chamado, deixou esposa, quatro filhos, seis netos e uma bisneta. O nome do restaurante foi uma homenagem do filho dele, Alexandre Hostert, pelo trabalho do pai no comando das cozinhas do Tabajara Tênis Clube, Teatro Carlos Gomes, Centro Cultural 25 de Julho.

A morte foi divulgada por meio de nota na página do restaurante nas redes sociais:

“O Chef Waldemar Express informa com grande pesar o falecimento de sua maior inspiração, o maior responsável por muitas de nossas receitas, o Sr. Waldemar Hostert aos 85 anos de idade. Gastrônomo de carreira conhecida em Blumenau, Seu Waldemar como era conhecido se retira de nosso convívio neste primeiro domingo de agosto, mas, para toda nossa equipe, amigos e familiares, ele sempre terá um lugar eterno em nossos corações”.

Logo após a publicação, as mensagens de carinho se multiplicaram rapidamente. “Grande Chef Waldemar receba nossas homenagens por tão inspiradora carreira nos encantando com suas deliciosas receitas. Certamente irá agora deixar os anjos mais gorduxinhos”, diz um dos comentários deixados na página do restaurante.

Conforme boletim da prefeitura de Blumenau, divulgado nesta segunda-feira (3) à noite, a cidade soma 9.320 casos do novo coronavírus. São 212 pessoas a mais que o registrado no último domingo (2), quando o número era de 9.108 infectados.

+

Saúde