Mulher grávida flagrada furtando cadeira em mercado parece com a acusada de matar ex-comissário

Quatorze Câmeras de vigilância de clubes náuticos registram os úlimos minutos de vida de Alexandre Sampaio

Divulgação/ND

Alexandre Santiago, ex-comissário de voo, assassinado em Florianópolis

Assassinato filmado
Não foram somente as duas câmeras que registraram os últimos minutos de vida do ex-comissário de voo Alexandre Santiago, no entorno dos galpões de remo, embaixo da Ponte Colombo Salles, em Florianópolis, na madrugada de 5 de março. Cinco equipamentos filmaram a movimentação de Alexandre e a de um casal. A mulher suspeita parece estar grávida. Ela, um homem – que já foi preso pela polícia, e Alexandre sentam numa mesa no parque náutico e conversam. Alexandre não tira o capacete da cabeça. Na sequência, o trio se levanta e caminha em direção à lateral de outros galpões, longe do alcance das câmeras. Retornam dez minutos depois. Alexandre não está mais com o capacete encaixado na cabeça corretamente. De repente a mulher tira o capacete da cabeça de Alexandre e começa a golpeá-lo. O ex-comissário de voo cai e é brutalmente agredido com golpes de lajota na cabeça. Um detalhe que me chamou a atenção nas cenas foi a mulher. Há cerca de um mês mostramos no “Cidade Alerta”, jornal da RIC/TV que apresento de segunda a sexta-feira, uma mulher grávida e um homem roubando cadeiras do vão do mercado público. Achei as duas muito parecidas.

Divulgação/ND

Em menos de um mês, a clínica de massagem, disfarçada de estética, foi fechada pela Polícia civil

Casa de massagem
A delegada da Gerência de Jogos e Diversões da Polícia Civil de Santa Catarina, Michele Alves Correa, está jogando duro contra as casas de massagens no centro de Florianópolis. Em menos de um mês, ela fechou duas vezes  a mesma  “clínica” na cobertura do edifício central, na rua Sete de Setembro, no Centro. No local havia seis garotas, dois clientes e a proprietária. Eles foram conduzidos à 1ª DP, onde prestaram depoimentos. As massagistas contaram que deixavam para a casa 70% do que faturavam.

Crime sexual
O agricultor Elisandro, 34, foi preso, preventivamente, em São Joaquim porque está sendo acusado de crime sexual. Segundo o delegado Diego Gonçalves, o preso vinha praticando estupro de vulnerável (conjunção carnal ou atos libidinosos)  desde 2010. No ano passado, a polícia conseguiu reunir provas suficientes para a prisão preventiva de Elisandro. Ele foi encaminhado ao Presídio de Lages, onde está a disposição da Justiça.

Segurança
Três encapuzados invadiram a casa do sargento Ivano, da PMRv (Polícia Militar Rodoviária), no bairro Estreito, em Florianópolis, e anunciaram o assalto. A mulher do militar entrou em luta corporal com os bandidos enquanto o sargento se trocava no quarto. Ivano, que já havia guardado a arma, correu até a cozinha para defender a mulher, quando os bandidos deram três tiros. Um disparo acertou de raspão o braço do militar. Em outra ocorrência no Rio Tavares, Sul da Ilha, suspeitos passaram em frente à casa do soldado Osni e deram vários tiros na parede lateral. Não houve prisões.

Divulgação/ND

Dois carros rodavam com as mesmas placas em Florianópolis

Carros clonados
É impressionante o número de veículos clonados apreendidos em Florianópolis. Quase todos os dias agentes da Divisão de Furtos e Roubos de Veículos, da Deic, descobrem carros dublês. O último foi um Toyota Hilux SW4. Após a perícia preliminar, os policiais constataram que o veículo havia sido roubado em Porto Alegre e estava em circulação em Florianópolis com placas de outro carro semelhante. O homem que estava com o carro adulterado foi autuado em inquérito policial por receptação. 

Atentado
Indignados pelo fato de o sargento PM de Garopaba, Maurício, ter recolhido uma bicicleta motorizada, dois adolescentes jogaram um rojão na casa dele. A bomba caseira quebrou algumas telhas. Apavorada com a explosão, a mulher ligou para o marido. Prontamente chegaram três guarnições que cercaram a área e detiveram dois adolescentes. Os menores confessaram o crime e foram levados para Justiça da Vara da Infância de Adolescência. 

Sequestro
A Polícia Civil de Monte Castelo, Norte do Estado, ainda não tem pista da quadrilha que assaltou o caminhoneiro Vilson Bortoli para roubar uma carga de 13 toneladas de fumo, da marca burlei. Bortoli carregou o caminhão em Abdon Batista com destino a Souza Cruz, no Rio Negro, PR. No meio do caminho, ele parou para descansar num posto de gasolina onde foi assaltado. Os bandidos passaram a carga para outro caminhão, enquanto o motorista permanecia amarrado no mato. Depois ele foi liberado. Os bandidos devolveram a chave do veículo e R$ 200.  

Divulgação/ND

Médico Omar César Ferreira de Castro foi indiciado em dezesseis estupros

Médico
O advogado do médico Omar César Faria de Castro, Nilton Macedo, disse que a defesa ainda está analisando a decisão da juíza da 3ª Vara Criminal, que converteu a prisão temporária em prisão preventiva do nutrólogo. Trancafiado no Presídio Masculino de Florianópolis, desde 16 de fevereiro, Omar foi indiciado em inquérito policial por oito estupro contra vulnerável e oito crime de estupro comum. 

Loading...