Apreensão da PF: “Melzinho do amor” dá de quatro no Viagra e explode em Brasília

Cerca de 500 unidades do chamado "melzinho do amor" foram apreendidas no Distrito Federal. Substância é proibida pela Anvisa

A Polícia Federal apreendeu na última terça-feira (26) cerca de 500 pacotinhos do chamado “melzinho do amor”. A substância é proibida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), pois há risco de morte. O motivo do consumo: vale por quatro comprimidos do famoso Viagra.

“Melzinho do amor” tem fármacos sintéticos e uso indiscriminado pode até matar – Foto: Divulgação“Melzinho do amor” tem fármacos sintéticos e uso indiscriminado pode até matar – Foto: Divulgação

Dois homens, de 24 e 39 anos, foram presos com os pacotes de melzinho do amor. No depoimento, disseram que o objetivo final seriam jovens de Brasília. De acordo com análise laboratoriais, a substância tem efeitos colaterais pesados. Pode inclusive levar aquele que consumir à morte.

Composição

Estudo da Universidade Federal de Campinas mostram que pelo menos dois fármacos sintéticos compõem o melzinho do amor, ambos aplicados em casos de disfunção erétil. As substâncias são a Sildenafila e a Tadalafila, que só podem ser usadas sob prescrição médica.

Porém, na embalagem está escrito que o melzinho do amor é 100% natural. Incluem na composição gengibre, mel da Malásia, café, Tongkat Ali, extrato de caviar, e maçã.

+

Segurança

Loading...