Base da Guarda Municipal já está em funcionamento no Norte da Ilha

Canasvieiras foi o local escolhido para abrigar a nova sede operacional, que reforça o policiamento de proximidade promovido pela corporação nos diversos bairros da região, na Capital

Muito procurado não apenas por turistas que vêm passar o verão em Florianópolis, mas principalmente por pessoas que se mudam para a Capital, o Norte da Ilha é hoje a mais populosa e uma das regiões que mais crescem no município. Com praias lindas e de água mais quente do que as do Sul, os 36 bairros locais, distribuídos em cinco distritos, têm ainda muita infraestrutura e baixos valores de aluguel como atrativos para esse aumento demográfico.

Nova central conta com a atuação de 22 agentes e com a alocação de cinco viaturas fixas- Leonardo Sousa/PMF/Divulgação/NDNova central conta com a atuação de 22 agentes e com a alocação de cinco viaturas fixas- Leonardo Sousa/PMF/Divulgação/ND

Para acompanhar esse crescimento e aumentar a segurança nestas localidades, foi aberta ontem, em Canasvieiras, uma nova base operacional da Guarda Municipal de Florianópolis.

A nova central conta com a atuação de 22 agentes e com a alocação de cinco viaturas fixas. A base já está em pleno funcionamento e após a solenidade, deu início a sua primeira ação no Norte. Os agentes realizaram uma blitz educativa para se apresentar à população. O trabalho na região seguirá promovendo o policiamento de proximidade, a exemplo do que vem sendo realizado em outros bairros pela GMF, o que inclui rondas no entorno do comércio, praças e parques, por exemplo.

“Planejamos abrir uma base no Norte da Ilha há algum tempo e agora conseguimos concretizar esse projeto. Esse reforço na segurança é muito importante, pois essa é uma região que cresce a cada ano e que, a partir de agora, terá essa grande estrutura mais próxima para o atendimento”, afirma o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro.

O secretário de Segurança Pública da Capital, Araújo Gomes, destaca que o reforço atende uma demanda crescente. “Sem dúvida, este é um grande avanço para nossa corporação. Estamos comemorando esse momento com muito trabalho, como tem que ser”, acrescenta.

“Além do próprio bairro Canasvieiras, todo o entorno e bairros vizinhos serão impactados positivamente a curto e longo prazo através dessa nova realidade que será construída com esse reforço no policiamento da região” finaliza o Comandante da Guarda Municipal, o agente Brasil.

Base de apoio também no Sul da Ilha

A Guarda Municipal de Florianópolis já tem uma base de apoio no Sul da Ilha, que foi aberta em outubro de 2019. De acordo com a Prefeitura da Capital, a intenção é otimizar o atendimento e ampliar a presença da corporação na comunidade.

O município explica que apesar de a assistência ser diária e os agentes permanecerem no local, o posto no Sul é apenas operacional e todo o atendimento é realizado pelo telefone 153, como já ocorre no Centro da cidade.

O objetivo é possibilitar que todo o efetivo esteja disponível para atender as ocorrências, para fazer o trabalho de campo e não parado em atividades administrativas.

A medida também evita o tempo perdido no deslocamento após os chamados. A base fica localizada junto à subprefeitura do Sul da Ilha, no bairro Rio Tavares, e tem 12 agentes para atuar exclusivamente nestes bairros.

Prefeito Gean Loureiro e o secretário municipal de Segurança Pública, Araújo Gomes, durante a solenidade de abertura da base no Norte da Ilha – PMF/Divulgação/NDPrefeito Gean Loureiro e o secretário municipal de Segurança Pública, Araújo Gomes, durante a solenidade de abertura da base no Norte da Ilha – PMF/Divulgação/ND

Sobre a atuação da GMF

Tendo a sua primeira turma formada em maio de 2004, a Guarda Municipal de Florianópolis completou 17 anos com diversos trabalhos em prol da segurança pública na cidade. A corporação conta com a Ronda Ostensiva do Município de Florianópolis (ROMU) e com o Núcleo de Operações com Cães (NOC).

A instituição realiza a Blitz da Lei Seca, e do Sossego, Operações A Praça é Nossa, Fio Desencapado, além do projeto Guardião. A GMF também participa diariamente da força-tarefa multisetorial que fiscaliza o cumprimento das medidas de controle da pandemia na Capital. Ao todo, a corporação conta com 182 agentes integrados ao seu efetivo.

Conforme determina a Lei Municipal nº 10.199, de 27 de março de 2017, a Prefeitura Municipal de Florianópolis informa que a produção deste conteúdo não teve custo, e sua veiculação custou R$2.000,00 reais neste portal.

+

Prefeitura de Florianópolis

Loading...