Bombeiros suspendem buscas por idosa que está desaparecida em Campo Alegre

Mulher de 62 anos - que tem origem israelense - sofre de Alzheimer e não fala português; ela está desaparecida há oito dias

Após oito dias de buscas, foram suspensas as ações dos bombeiros para tentar encontrar Lamya Selenica, de 62 anos, que desapareceu em uma comunidade do interior do município de Campo Alegre, no Planalto Norte.

A informação foi divulgada nesta quinta-feira (20), pelo Corpo de Bombeiros, que procura pela mulher de origem israelense desde a noite do dia 13 de janeiro.

A vítima – que tem 62 anos – sofre de Alzheimer e fala apenas árabe e inglês – Foto: Bombeiros/Divulgação/NDA vítima – que tem 62 anos – sofre de Alzheimer e fala apenas árabe e inglês – Foto: Bombeiros/Divulgação/ND

Lamya sofre de Alzheimer e não fala português, apenas inglês e árabe. Ela foi vista pela última vez no dia 12 de janeiro, saindo da comunidade de  Nova Galileia, onde mora, em direção a Avenquinha.

O tenente João Ricardo Prochmann do Corpo de Bombeiros informou que as equipes realizaram buscas, nesta quinta-feira, na região de Fragoso e verificaram câmeras de monitoramento de várias empresas, mas não tiveram novas pistas sobre o paradeiro da mulher.

“Seguimos com a hipótese que isso deixou de ser uma ocorrência de pessoa perdida, e se tornou em uma ocorrência de pessoa desaparecida. Ou seja, ela não se encontra na área de busca, mas tomou um rumo incerto e desconhecido. todos os locais que temos a confirmação que ela passou foram buscados, exaustivamente, por bombeiros a pé, drones e até mesmo cães de buscas que nada indicaram, confirmando que nesses locais que haveria probabilidade de estar, ela não se encontra”, explicou.

O tenente comentou que as guarnições chegaram a fazer contato com a Polícia Civil para trocar informações.  No entanto, neste momento, devido a falta de novas informações concretas sobre locais que a vítima poderia estar, as buscas foram suspensas.

Idosa foi vista pela última vez no dia 12 de janeiro, ela usava blusa de manga comprida rosa, uma calça preta e um vestido listrado por cima. – Foto: CBM/DivulgaçãoIdosa foi vista pela última vez no dia 12 de janeiro, ela usava blusa de manga comprida rosa, uma calça preta e um vestido listrado por cima. – Foto: CBM/Divulgação

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Segurança

Loading...