Brincadeira perigosa: Bombeiros de SC já receberam mais de 3 mil trotes só em 2021

Neste 1º de abril, Dia da Mentira, corporação faz apelo pelo fim da prática, que é crime previsto em lei, prejudica atendimentos e coloca vidas em risco

Nesta quinta-feira (1º), considerada o dia da mentira, o CBMSC (Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina) faz um apelo para algo que não é brincadeira. Um relatório do órgão mostrou que, só neste ano, já foram 3.385 trotes para o número de emergência 193, em Santa Catarina.

Bombeiros do Estado já receberam 3.385 trotes neste anoBombeiros do Estado já receberam 3.385 ligações falsas neste ano – Foto: CBMSC/Divulgação/ND

Embora a quantidade seja menor que a registrada no mesmo período do ano passando, quando 5.320 chamadas falsas foram recebidas, a brincadeira pode prejudicar atendimentos emergenciais, já que não há muitas linhas disponíveis.

Durante todo o ano de 2020, segundo o CBMSC, foram recebidas 14.826 ligações falsas pelas centrais dos bombeiros. O trote aos serviços de emergência, no entanto, é crime previsto no código penal.

Segundo o coronel Cesar de Assumpcão Nunes, comandante da 1ª região do CBM, o número 193 foi eleito para servir de interface entre a capacidade de atendimento e capacidade de demanda. Por isso, “é um sistema que deveria ser utilizado para aquilo que está sendo proposto”, defende.

Trotes prejudicam a dinâmica de trabalho dos bombeirosTrotes prejudicam a dinâmica de trabalho dos bombeiros – Foto: 9BBM/Divulgação

“O que mais perturba é quando as pessoas utilizam a mentira para obter atendimento”, explica o comandante, que avalia que muitas pessoas acham graça em dizer besteiras em um telefone emergencial.

Nesses casos, são feitos deslocamentos desnecessários enquanto casos emergenciais poderiam estar sendo tratados. Segundo os profissionais, poucos minutos podem ser cruciais para um atendimento de sucesso.

+

Bombeiros