Bombeiros esclarecem buscas por indígena desaparecido no rio Itajaí-Açu, em Blumenau

Jovem desapareceu nas águas sob a Ponte dos Arcos, um dos cartões-postais da cidade; buscas são feitas em um raio de 10 quilômetros

O Corpo de Bombeiros de Blumenau esclareceu na tarde desta quarta-feira (13) informações que circulam na cidade sobre as buscas a um indígena que desapareceu no rio Itajaí-Açu na manhã de terça-feira (12).

Jovem indígena desapareceu nas águas do rio Itajaí-Açu sob a Ponte dos Arcos, em Blumenau, na manhã desta terça-feira (12) – Foto: Eraldo Schnaider/PMBJovem indígena desapareceu nas águas do rio Itajaí-Açu sob a Ponte dos Arcos, em Blumenau, na manhã desta terça-feira (12) – Foto: Eraldo Schnaider/PMB

Em um comunicado, o Corpo de Bombeiros explica que busca pelo corpo do homem desde o momento em que ele desapareceu nas águas, porém, o nível do rio acima do normal e a forte correnteza dificultam os trabalhos.

A nota esclarece que no momento em que o jovem caiu na água dois bombeiros militares entraram nadando no rio, munidos de nadadeira e flutuador para tentar o resgate, mas o corpo submergiu rapidamente.

Ainda na terça-feira (12) as buscas seguiram até o final da tarde, sendo retomadas às 9h desta quarta (13). Por conta do volume de água e da forte correnteza, as buscas estão ocorrendo nas margens em um raio de 10 quilômetros de onde o rapaz desapareceu.

Ainda segundo a corporação, não foi iniciada uma operação de mergulho por conta dos riscos à segurança dos próprios bombeiros. Além do volume das águas e da correnteza, a canaleta principal do rio pode ter até 15 metros de profundidade, o que impede a realização de uma operação segura.

A corporação finaliza ressaltando que entende a dor da família e a preocupação da comunidade, mas esclarece que está agindo dentro do seu alcance para localizar o jovem sem colocar seus profissionais em risco e sem prejudicar o atendimento de outras ocorrências.

Acesse e receba notícias de Blumenau e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Bombeiros